top of page

Bento é o primeiro gonçalense nascido em 2023

Bebê veio ao mundo às 2h56 de domingo na Maternidade Municipal


Foto: Fabio Guimarães/Divulgação
Foto: Fabio Guimarães/Divulgação

A primeira gestação da professora Mariana Dias do Nascimento Souza, de 25 anos, foi muito desejada. O que não foi planejado foi o nascimento do menino Bento do Nascimento Souza, às 2h56 do primeiro dia de 2023. Bento foi o primeiro bebê a nascer neste ano na Maternidade Municipal Mário Niajar, em Alcântara, São Gonçalo. De parto normal, ele nasceu com 3.690 quilos e 52 centímetros. Mariana e Bento estão bem de saúde e devem receber alta nesta terça (3).

Estava tudo pronto para os pais comemorarem a chegada do novo ano na igreja evangélica que eles frequentam em Boa Vista. Mas a bolsa estourou quando Mariana fechou a porta de casa às 22h do dia 31 de dezembro de 2022. “Quando eu virei a chave na porta, senti a bolsa estourar. Foi uma adrenalina total na hora. Um misto de emoções. Meu primeiro ano novo foi para a enfermeira que estava comigo”, contou Mariana.



Na virada do ano, Mariana estava na sala de pré-parto e o marido com os avós maternos e paternos na recepção da maternidade. Eles não estavam esperando o bebê para o primeiro dia do ano. A previsão era de que ele nascesse entre os dias 4 e 11 de janeiro. “A nossa sorte é que já estava tudo arrumado, mas ficamos desorientados para achar as coisas e corremos para a maternidade. Enquanto ela ouvia a virada do ano na sala de pré-parto, a gente estava na recepção da maternidade. Foram duas comemorações ao mesmo tempo”, disse o pai Gustavo Souza, 34. Bento realizou os primeiros exames e teve as primeiras vacinas aplicadas.


A Maternidade Municipal Mário Niajar funciona todos os dias da semana, durante 24 horas, para as emergências obstétricas e partos de baixo e médio risco, sem necessidade de marcação. A unidade realiza uma média de 400 partos por mês – cesárea, normal e humanizado. A avaliação para o parto normal tradicional ou humanizado é realizada pela enfermeira obstétrica de plantão. A unidade conta com 97 leitos - 75 de clínica, 12 de pré-parto e 10 da unidade intermediária (UI) dos neonatos.

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.



POLÍTICA