top of page

Bombeiros encontram uma das vítimas soterradas no Engenho Pequeno

Corpo é de uma mulher e foi localizado no local do desabamento no início da tarde


Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A Tribuna - Equipes dos Bombeiros encontram o corpo de uma das vítimas soterradas no Engenho Pequeno, em São Gonçalo. Três pessoas da mesma família ainda estavam desaparecidas desde o temporal no início da semana.


Um homem de 45 anos, identificado como Alan Santiago Cabral, a mulher dele, Rosilene Pereira Gomes de 34, além da filhinha do casal, a Maitê, de apenas 4 anos.


Segundo os bombeiros, o corpo encontrado no início da tarde desta quarta (15), é de uma mulher e estava em um dos cômodos da casa, que ficava na Rua Aidea Barreto Couto, no Engenho Pequeno e foi soterrada após o deslizamento da encosta.


"Aparentemente parece uma área de cozinha, junto ao andar de piso. Agora os trabalhos continuam. A gente conseguiu remover bastante escombros, junto com o maquinário e isso ajudou bastante", disse o Major Fábio Contreiras.



Ainda de acordo com o major, as equipes estão sendo revezadas de tempos em tempos pra que o ritmo de trabalho não diminua, e os bombeiros encontrem o quanto antes as duas vítimas que ainda restam.


Em São Gonçalo foram pelo menos nove pontos de deslizamentos de terra.


A Prefeitura da cidade informou que famílias vao receber um auxilio de Aluguel Social, no valor de R$600 por causa dos estragos causados pela chuva.


Pelo menos 318 pessoas estão desabrigadas e 43 famílias que moram no Engenho Pequeno, na área próxima ao local onde houve o deslizamento de encosta, tiveram que deixar suas casas. Algumas famílias foram levadas para abrigos e pontos de apoio direcionados pela prefeitura.


Hoje, as Secretarias de Conservação e de Desenvolvimento Urbano colocaram em ação, uma força-tarefa em vários bairros da cidade, com caminhões e retroescavadeiras, para a retirada de lama, entulho, galhos de árvores e lixo das ruas.


Entre no nosso grupo de WhatsApp AQUI.

Entre no nosso grupo do Telegram AQUI.

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.