top of page

Cidade proíbe carnaval de rua para privilegiar evento religioso com pastor escravocrata

Decreto do prefeito Bruno Cunha Lima, de Campina Grande (PB), reservou os dias da folia para a “realização exclusiva” do “Carnaval da Paz”. Um dos destaques do evento “ecumênico” patrocinado por igrejas evangélicas será um pastor americano defensor da escravidão