top of page

Covid: número de 'quarentenados' recua em São Gonçalo

Dos 50 leitos de CTI disponíveis, 18 estão ocupados. O equivalente a 36% das vagas, taxa mais baixa deste ano


Cláudio Figueiras

Pressão por internação dimunuiu/Foto: Divulgação
Pressão por internação dimunuiu/Foto: Divulgação

O município de São Gonçalo registrou, no período de uma semana, queda significativa no número de pacientes em quarentena domiciliar em razão de suspeitas ou de casos confirmados de Covid-19.


Se no dia 21 de julho 6.043 gonçalenses cumpriam isolamento social obrigatório de 14 dias, hoje (28) esse número caiu quase pela metade, com 3.417 pessoas isoladas, seja em convalescência ou esperando resultado dos testes de contágio do coronavírus.



De acordo com o boletim atualizado da Secretaria de Saúde, divulgado na tarde desta quarta, a cidade confirmou 20 óbitos em decorrência da covid-19. As mortes, porém, ocorreram entre os dias 13 de outubro de 2020 e 14 de junho de 2021. Já são 2.969 mortes no total, desde março de 2020, e 48 estão em investigação.



A Prefeitura informou ainda no sábado (24) que São Gonçalo permanece com baixo risco de contaminação, ficando estabilizada no estágio amarelo 1. A afirmação parte de resultados que levam em consideração número de internações, casos e óbitos no município.



A Central de Regulação da SEMSA divulgou, também nesta quarta, em Diário Oficial, o balanço da ocupação de leitos exclusivos de Covid-19 nas quatro unidades de saúde referência da doença no município. Dos 50 leitos de CTI disponíveis, 18 estão ocupados. O equivalente a 36% das vagas, o número mais baixo deste ano.


POLÍTICA