top of page

Deputado Guilherme Delaroli troca tiros com bandidos em Itaboraí

Parlamentar estava em clube, ao lado da filha e de seguranças, quando seis bandidos tentaram invadir o local


Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Menos de uma semana após a deputada estadual Lucinha (PSD) ser alvo de bandidos na Zona Oeste do Rio, a Polícia Civil investiga outro episódio de violência envolvendo um parlamentar da Assembleia Legislativa do Estado do Rio (Alerj). Desta vez, o deputado estadual Guilherme Delaroli (PL) foi surpreendido por seis criminosos armados, que tentaram invadir o clube onde ele estava com a filha, na noite desta quarta (4), em Itaboraí, na Região Metropolitana.


O caso aconteceu na Associação dos Inspetores de Polícia do Estado do Rio de Janeiro (AIPERJ), no bairro Outeiro das Pedras. De acordo com relatos, o parlamentar, que estava acompanhado por seguranças, trocou tiros com os bandidos, que fugiram. Os seguranças também efetuaram disparos para impedir a ação do bando. Ninguém ficou ferido. As motivações do ataque ao deputado ainda são desconhecidas.


Segundo informações da delegada Norma de Oliveira, titular da 71ª DP (Itaboraí), que investiga o caso, após a troca de tiros, os suspeitos fugiram em direção ao bairro Bela Vista.



Ainda de acordo com a Polícia Civil, os agentes solicitaram imagens de câmeras de segurança instaladas no clube. Além disso, estão em busca de outras que possam ajudar no caso. A investigação segue em andamento para identificar os suspeitos e esclarecer todos os fatos.


Em nota, a assessoria de imprensa da Secretaria de Estado de Polícia Militar informou que, "de acordo com o comando do 35° BPM (Itaboraí), não houve acionamento para o fato relatado. Posteriormente, durante a noite de quarta-feira, os agentes do 35° BPM compareceram à sede da 71ª DP (Itaboraí) onde o caso foi registrado". Ainda no comunicado, segundo o comando da unidade, "os agentes foram informados que a vítima estava com sua filha e seu segurança pessoal em um clube da região, quando teve a atenção voltada para seis elementos armados que tentavam adentrar o espaço. A vítima relatou aos policiais que se envolveu em um confronto armado com os acusados, que fugiram (...) O policiamento foi reforçado na região."


Guilherme Delaroli é irmão do prefeito de Itaboraí, Marcelo Delaroli (PL). Militar da Reserva, o deputado tem porte de arma. Ele pertenceu ao Grupamento de Ações Táticas da Polícia Militar antes de entrar para a política.


"Graças a Deus ele e sua filha estão bem! Não houve feridos", informou a assessoria do parlamentar.


*Com informações O Dia


Entre no nosso grupo de WhatsApp AQUI

Entre no nosso grupo do Telegram AQUI

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.




WhatsApp Image 2022-06-03 at 11.51.13.jpeg

POLÍTICA

KOTIDIANO

CULTURA

telegram cor.png

TENDÊNCIAS
& DEBATES