top of page

DJ de "Bala Love" é acusado de dopar e estuprar fã de 20 anos

Artista defende que acusações são falsas e diz que garota estaria "buscando mídia"


Reprodução/Instagram
Reprodução/Instagram

Revista Fórum - O produtor musical DJ PH da Serra, conhecido pelo hit Bala Love, está sendo investigado por dopar e estuprar uma jovem de 20 anos durante uma calourada em Viçosa, na Zona da Mata mineira. O artista se apresentou na festa por volta da 1h da madrugada e teria se encontrado com a jovem após o show.


Por meio das redes sociais, PH e seus advogados defendem que as acusações são falsas. Segundo a defesa do DJ, a relação sexual com a fã teria acontecido, mas de "forma consentida e sem qualquer tipo de violência psicológica ou física". "Após regressar para sua cidade natal, foi surpreendido por falsas acusações de abuso sexual", diz o advogado do cantor.


Nos stories de sua página oficial do Instagram, DJ PH da Serra afirmou que a situação é "inaceitável" e que a garota estaria "buscando mídia".


"Sou sujeito homem, nascido e criado dentro de comunidade e sabendo o certo e errado desde criança, isso aqui é inaceitável. Jamais em hipótese alguma eu faria uma barbaridade dessa, podem falar o que quiserem de mim, nada vai mudar minha essência, sou uma pessoa de coração puro. Isso é muito triste e revoltante", escreveu.


De acordo com o site Metrópoles, a vítima relatou à polícia ter ido ao camarim do artista. Por lá, ela alega ter bebido um copo de cerveja, supostamente “batizada”, oferecido por ele. Após ingerir a bebida alcoólica, a jovem disse não se lembrar mais do que houve.

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.



POLÍTICA