top of page

Educação como prioridade e compromisso

Por Graciane Volotão

Foto: https://pensaraeducacao.com.br/pensaraeducacaoempauta/educacao-em-vertigem-um-brasil-mutilado/
Foto: https://pensaraeducacao.com.br/pensaraeducacaoempauta/educacao-em-vertigem-um-brasil-mutilado/

Estamos em agosto de 2022 e deixamos aqui registrado o quanto governos descomprometidos com a Educação podem ser prejudiciais para a sociedade. Quem acompanha os noticiários e os indicadores educacionais sabe o quanto regredimos em projeto de educação nos últimos anos, da Universidade à Educação Infantil as perdas e retrocessos causam impacto em diferentes gerações. Desde repasses de verbas até falta de professores nas escolas brasileiras, até a falta de políticas que tratem das defasagens causadas pela Pandemia Covid-19.


Daki da Educação de São Gonçalo, acompanhamos escolas que atendem ao público de Educação de Jovens e Adultos, fechando turmas. Escolas municipais sem professores ultrapassando mil estudantes sem aulas, com concursos vigentes e sem compromisso da gestão em chamar os profissionais da educação concursados que estão à espera de ocuparem as vagas e atenderem estes estudantes. Sem falar nas condições de trabalhos nestas unidades escolares, do Plano de cargos, carreiras e remuneração que foi golpeado, impactou a vida profissional e precarizou ainda mais o trabalho dos profissionais da educação da rede municipal.


Diante deste cenário, a sociedade precisa se organizar em movimentos que provoquem políticas públicas e responsabilidade com a Educação no nosso país. Como dizia Darcy Ribeiro, não se trata de uma crise na educação, mas sim de um projeto. Este projeto que congela recursos, trata como despesas e não como investimento a Educação, tem destruído nosso país e nossa cidade.



Aproveitamos esta semana para realizar um chamamento de toda população gonçalense para a VI Comesg - Conferência Municipal de Educação de São Gonçalo que acontecerá na próxima semana, nos dias 10 e 11 de agosto na Uerj FFP no Patronato e convidar para que leiam a nossa Carta Compromisso que foi debatida virtualmente durante a SAM – Semana de Ação Mundial realizada pelo Coletivo ELA – Educação Liberdade para Aprender.


Nossa Carta foi assinada por alguns parlamentares e pré-candidatos que assumiram o compromisso para, caso sejam eleitos, observaram e lutaram pelas pautas apresentadas por nosso Coletivo. Citamos alguns que assinaram: Benedita da Silva, Dimas Gadelha, Elika Takimoto, Hebert da Saúde, Luana Mota, Mel Cardozo, Priscilla Canedo e Romário Régis.


A Educação deve ser prioridade de todos os governos e por isso política de Estado. Não podemos permitir que projetos de desmonte permaneçam prevalecendo nas legislaturas e nos executivos. Gestão pública é coisa séria e precisa de pessoas comprometidas e competentes para atender pautas como da educação, saúde e assistência à população. Cumpram o Plano nacional e municipal de educação.


Acesse a carta compromisso em https://chng.it/BY9ptXw7 e acompanhe o Coletivo Ela.

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.

Graciane Volotão é Pedagoga, professora supervisora educacional, servidora pública e doutoranda em educação na UFF e membra do Coletivo ELA – Educação Liberdade para Aprender e colaboradora da Coluna “Daki da Educação”, publicada às sextas.