top of page

Em depoimento à CPI da Covid, presidente da Anvisa diz que não usou cloroquina

Presidente da Anvisa afirmou durante depoimento que nunca fez uso de cloroquina ou ivermectina como “tratamento precoce” contra a Covid-19


Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado
Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

O presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Antonio Barra Torres, afirmou durante depoimento dado à CPI do Genocídio nesta terça-feira (11) que nunca fez uso de cloroquina ou ivermectina como “tratamento precoce” contra a Covid-19 ou quando esteve com a doença.


“Não usei. Não existe comprovação. Não tem comprovação de nada disso”, disse Barra Torres ao ser questionado pelo senador Fabiano Contarato (Rede-ES) se ele havia usado cloroquina ou ivermectina como “tratamento precoce”.


O senador Humberto Costa (PT-PE), então, aproveitou para questionar se o presidente da Anvisa havia utilizado a droga quando foi acometido da doença. “Não”, disse Barra Torres, sem titubear.


Durante todo o depoimento, Torres destacou seu posicionamento contrário ao uso do suposto “tratamento precoce” e disse que impediu mudança em bula de cloroquina pretendida pela médica Nise Yamaguchi.





POLÍTICA