top of page

Extremistas de direita jogam gasolina no incêndio de Gaza

Por Helcio Albano

Brasileira Shahed al-Banna pede para ser resgatada pelo governo brasileiro dentro de Gaza bombardeada/Foto: Reprodução
Brasileira Shahed al-Banna pede para ser resgatada pelo governo brasileiro dentro de Gaza bombardeada/Foto: Reprodução

40 bebês decapitados, crianças enjauladas, assassinatos a sangue frio de jovens numa rave no deserto, sequestros de mulheres e idosos e ataques aleatórios de bombas contra civis. Fake news ou não, depois de cinco dias de bombardeio informacional do conflito HamasxEstado de Israel, o processo de desumanização dos palestinos foi completado com sucesso.


E todo tipo de atrocidade contra mais de 2,5 milhões de almas confinadas num territória de 11 km de extensão está liberada. Você sabe o que é aglomerar 2,5 milhões de pessoas cercadas por todos os lados numa faixa de terra que não chega a ser de Neves a Guaxindiba via MUVI?


O governo Lula tem sido obrigado a carregar na verborragia diplomática e taxar o Hamas de terrorista. A pressão é grande, e vem, sobretudo, da extrema-direita que está bem assanhada jogando gasolina no incêndio, porque essa é a sua natureza irresponsável. Diferente de Lula, que tem milhares de brasileiros pra resgatar dos dois lados das cercas de Gaza.



Grande parte desses brasileiros, aliás, oriundos do Evangelistão bolsonarista que, quando chegam ao Brasil no avião da FAB, agradecem ao prefeito de Sorocaba pelo resgate. Esse é o nível da canalha.



A guerra travada entre fundamentalistas islâmicos (Hamas) e sionistas de extrema-direita (Likud) é uma guerra entre extremos espelhados, porém, assimétricos de armas. Num contexto em que o lado mais forte escolheu dizimar o seu inimigo em vez de aceitar sua existência.


Aqui não há lado a escolher. E sim, superar esse estado de coisas pelo cessar fogo imediato.

Siga @helcioalbano


Entre no nosso grupo de WhatsApp AQUI.

Entre no nosso grupo do Telegram AQUI.

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.

Helcio Albano é jornalista e editor-chefe do Jornal Daki.




WhatsApp Image 2022-06-03 at 11.51.13.jpeg

POLÍTICA

KOTIDIANO

CULTURA

telegram cor.png