top of page

Filha de Ronnie Lessa se pronuncia sobre suposta delação do pai

Mohana Lessa diz se dedicar "101%" a provar a inocência do pai, acusado de ser o executor do assassinato de Marielle Franco, e afirma que se foi feito um acordo de delação terá que tomar uma decisão drástica

Ronnie e a filha, Mohana Lessa. Créditos: Reprodução
Ronnie e a filha, Mohana Lessa. Créditos: Reprodução

Fórum - Mohana Lessa, filha de Ronnie Lessa, enviou nota a Juliana Dal Piva, no site ICL Notícias, sobre a suposta delação premiada firmada pelo pai junto à Polícia Federal (PF). Aos investigadores, Lessa teria apontado o conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE) e ex-deputado Domingos Brazão como mandante do assassinato de Marielle Franco e Anderson Gomes em março de 2018.



Mohana foi citada na investigação pela primeira vez em 2019, quando o então delegado do caso, Giniton Lages afirmou que havia informações que ela teria namorado Jair Renan Bolsonaro, o filho "04" de Jair Bolsonaro. Lessa e Bolsonaro eram vizinhos no condomínio Vivendas da Barra, no Rio de Janeiro, onde o ex-PM foi preso pela primeira vez.


À época, Jair Renan teria ligado para o pai e dito que "namorei o condomínio inteiro, não lembro bem dela”. Mohana chegou a ser indiciado juntamente com o pai pela Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos (Desarme), do Rio de Janeiro por tráfico internacional de armas.


À Juliana Dal Piva, ela afirmou que não vê o pai, preso na Penitenciária Federal de Campo Grande, no Mato Grosso, há seis meses e que desconhece qualquer acordo de delação.

Na nota, Mohana vai além e diz que cortará relações com o pai, caso ele admita que assassinou Marielle para firmar o acordo.



Segundo ela, Lessa "garantiu sempre que era inocente" e que, por esse motivo, há quase cinco anos se dedica "101% a provar a inocência do meu pai no Caso Marielle e Anderson".


"Com os últimos acontecimentos, o que posso falar em nome de toda família é que: SE ele realmente cometeu esse crime, com toda dor no meu coração, nós não poderemos mais ter qualquer tipo de relação com ele. Essa atrocidade vai contra tudo o que somos e pensamos. E, se eu realmente perdi todo esse tempo tentando provar algo inexistente, não me restará escolha a não ser pedir que Deus o abençoe em seu caminho, que será longe do meu. Minha esperança para que tudo isso seja mentira continua acesa. Até o último segundo, eu preciso acreditar no melhor”, afirma no texto.


Entre no nosso grupo de WhatsApp AQUI

Entre no nosso grupo do Telegram AQUI

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.

POLÍTICA