top of page

Governo da índia indeniza brasileira vítima de estupro coletivo em R$ 60 mil

O casal Fernanda e Vicente, conhecido por compartilhar suas viagens em um canal virtual, foi atacado por um grupo de sete homens


Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Nesta segunda-feira (4), a brasileira vítima de estupro coletivo na Índia e seu marido receberam uma indenização do governo no valor de um milhão de rúpias (cerca de R$ 60 mil). O casal Fernanda e Vicente, conhecido por compartilhar suas viagens em um canal virtual, foi atacado por um grupo de sete homens. Três suspeitos estão detidos.




A entrega da indenização ocorreu na casa de segurança do governo, para onde foram transferidos após o incidente. Fernanda e Vicente, que viajavam de moto pelo país, foram atacados enquanto acampavam perto de uma estação policial.


Ambos prestaram depoimento em um tribunal local no domingo (3) como parte do processo para ratificar as prisões e formalizar as acusações criminais. A lei indiana prevê penas severas para estupro, com casos de estupro coletivo podendo resultar em prisão perpétua.



Apesar do ocorrido, o casal expressou a intenção de deixar a Índia em breve, agradecendo o apoio recebido e enfatizando que o crime não deve ser associado ao país, que oferece experiências incríveis para os visitantes. Fernanda também compartilhou um vídeo sobre o incidente, mostrando os ferimentos sofridos.



*Com informações DCM


Entre no nosso grupo de WhatsApp AQUI

Entre no nosso grupo do Telegram AQUI

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI

POLÍTICA