top of page

'Iago' é atração do Sesc São Gonçalo neste sábado, 13


Márcio em ação/Foto: Divulgação
Márcio em ação/Foto: Divulgação

Manipular tudo e todos é o mínimo que Iago faz para se vingar de “Otelo”, no grande clássico de William Shakespeare.


A partir dessa premissa, Marcio Nascimento, enxergou no teatro de formas animadas uma plataforma possível para montar o solo Iago, que conta com indicação ao Prêmio Shell de melhor ator para Marcio e indicação ao Prêmio Botequim Cultural na categoria Especial, para Geraldo Carneiro, pela adaptação de “Otelo”. O espetáculo realizou temporada no Sesc Copacabana (Sala Multiuso) em outubro e na Sede das Cias em novembro, ambas com grande sucesso de público.


A adaptação é assinada pelo dramaturgo e tradutor Geraldo Carneiro. A direção é de Marcio Nascimento e Miwa Yanagizawa, bonecos e formas animadas são criados por Bruno Dante e por Carlos Alberto Nunes, que também assina cenário, figurinos de Tiago Ribeiro e iluminação de Renato Machado.


Acompanhando a ação do espetáculo, o violoncelista Marcio Malard executa a trilha sob direção musical de Rodrigo de Marsillac.


O texto original de Shakespeare conta a história do general mouro Otelo. Iago é seu alferes e homem de confiança. Porém, o general promove o soldado Cássio no lugar de Iago ao posto de tenente, o que deixa o alferes ultrajado e enciumado. Como vingança, ele arquiteta um plano para jogar o general contra seu amigo, fazendo Otelo pensar que sua esposa Desdêmona é amante de Cássio.



Na dramaturgia do espetáculo, Iago conta sua história em primeira pessoa para o público. Ao revisitar os eventos passados na tragédia original, o personagem faz uma reflexão sobre a cobiça, o materialismo, sua natureza corrupta, seu poder de conspiração e as consequências de seus atos.


Seus planos de conspiração causaram sua morte. Fazendo do sucesso a sua derrocada. Seu ódio pelo mouro o tornou vítima. Marcio Nascimento interpreta quatro personagens num jogo de cena todo estruturado em formas animadas, que atualiza e amplia o gênero teatro de bonecos.


Mais de 50 bonecos já passaram pelas mãos de Marcio Nascimento em interpretações de espetáculos por todo o país e fora dele – em Portugal, Espanha e até na China. Integrante das companhias PeQuod e Cia Artesanal de Teatro, pela primeira vez está à frente de um projeto inteiramente seu e no solo, ao qual está indicado ao Shell como melhor ator, ele une seu trabalho como ator com seu trabalho com bonecos.


Sinopse

Nossa história, tal como a de Shakespeare, começa com a explosão do ódio de Iago por seu comandante, Otelo, que, por não reconhecer os serviços que Iago lhe prestou, deixa de promovê-lo a tenente, mantendo-o na posição inferior de alferes. Não bastasse, Otelo promove Cássio em lugar de Iago, fazendo com que o ódio de nosso protagonista e sua manipulação dos demais personagens determine a ação do espetáculo.


A metáfora da manipulação ganha em nosso espetáculo um sentido suplementar, pois Iago não apenas manobra - ou manipula - os demais personagens, mas também o ator-protagonista de Iago manipula bonecos que encarnam os demais papéis.


Assim percorremos a trajetória das relações de Otelo e sua esposa Desdêmona, de Desdêmona e Cássio, e, principalmente, do vilão Iago, que manipula todos os demais.


Baseado na obra de Shakespeare, a montagem tem texto de Geraldo Carneiro, direção de Miwa Yanagizawa e Marcio Nascimento, que atua no espetáculo acompanhado pelo violoncelista Marcio Malard.


Ficha Técnica

Texto: Geraldo Carneiro

Direção: MiwaYanagizawa e Marcio Nascimento

Interpretação: Marcio Nascimento

Direção musical:Rodrigo de Marsillac

Músico: Marcio Malard

Cenário: Carlos Alberto Nunes

Figurino: Tiago Ribeiro

Iluminação: Renato Machado

Formas animadas: Bruno Dante e Carlos Alberto Nunes

Direção de Produção: Pagu Produções Culturais (Bárbara Galvão, Carolina Bellardi e Fernanda

Pascoal)

Produtor executivo: Fernando Queiro

Entre no nosso grupo de WhatsApp AQUI.

Entre no nosso grupo do Telegram AQUI.

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.


WhatsApp Image 2022-06-03 at 11.51.13.jpeg

POLÍTICA

KOTIDIANO

CULTURA

telegram cor.png