top of page

IAGO no Teatro da UFF em Niterói

Texto de Geraldo Carneiro baseado em “Otelo” de William Shakespeare


Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Marcio Nascimento interpreta texto inspirado em Shakespeare. Sozinho ele dá voz e corpo a quatro personagens através da manipulação de formas animadas criadas por Bruno Dante e Carlos Alberto Nunes. Emoldurando a montagem, trilha original é executada por violoncelista em cena. Marcio, que comemora quase 30 anos de trabalho repleto de prêmios, divide a direção com Miwa Yanagizawa.


Vingança borbulha no prato principal (acompanhado de intrigas e ciúmes) servido ao público em Iago, peça que o consagrado dramaturgo e poeta Geraldo Carneiro escreveu – baseado em “Otelo”, de William Shakespeare – sob medida para o premiado ator Marcio Nascimento levar ao palco. Nascimento foi indicado ao Prêmio Shell de Melhor Ator por este trabalho em 2019.


A estreia é dia 20 de outubro, às 20h, no Teatro da UFF, em Icaraí, Niterói. Um dos principais atores de sua geração, com quase 30 anos de trajetória profissional, Marcio Nascimento interpreta quatro personagens num jogo de cena todo estruturado em formas animadas, que atualiza e amplia o gênero teatro de bonecos, linguagem em que Marcio se notabilizou em espetáculos dentro e fora do Brasil.



Além de Iago, Otelo, Desdêmona e Cássio surgem diante dos olhos da plateia através de recursos surpreendentes. Acompanhando tudo, o violoncelista Marcio Malard executa a trilha composta originalmente por Rodrigo De Marsillac para a montagem. O cenógrafo Carlos Alberto Nunes e o artista visual Bruno Dante respondem pela concepção das formas animadas, já Tiago Ribeiro, assina figurinos e Renato Machado ilumina o espetáculo. Marcio Nascimento e Miwa Yanagizawa dividem a direção geral da tragédia Iago.


“Iago é fascinado pelo mal, pelo poder, um personagem muito atual. Já traduzi e adaptei outras nove peças de Shakespeare. Neste espetáculo, Iago é movido pelo ressentimento”, analisa Geraldo Carneiro. Na dramaturgia do espetáculo, Iago conta sua história em primeira pessoa para o público. Ao revisitar os eventos passados na tragédia original (em que o general mouro Otelo promoveu a tenente Cássio, preterindo o próprio Iago) o personagem fará uma reflexão sobre a cobiça, o materialismo, sua natureza corrupta, seu poder de conspiração e as consequências de seus atos.


Marcio Nascimento integra as companhias PeQuod e Artesanal, importantes grupos do teatro contemporâneo brasileiro, sediadas no Rio. Ao montar Iago experimenta um trabalho idealizado inteiramente por ele. No teatro quero fazer de tudo. Sou ator de formação e por amor, mas os bonecos, ou melhor, as formas animadas, que é um termo mais abrangente, e agrega boneco de luva, manipulação direta, sombra, máscara..., é uma fonte inesgotável de possibilidades, como será possível apresentar em Iago”, destaca.



Mais de 50 bonecos já passaram pelas mãos de Marcio Nascimento em interpretações de espetáculos por Portugal, Espanha e até na China. Ganhou o prêmio de melhor ator nas edições do prêmio ZIlka Salaberry 2017, 2016 e 2013. Ainda ganhou o Prêmio Botequim Cultural de Melhor Ator em 2017 e 2013. Recebeu também o Prêmio CBTIJ de Melhor Ator em Papel Coadjuvante e foi indicado aos prêmios: Iº PRÊMIO SÃO PAULO DE INCENTIVO AO TEATRO INFANTIL E JOVEM e ao Iº Prêmio CBTIJ de Teatro Infantil. Formado em Interpretação Teatral pela UNIRIO, Márcio é membro fundador da Cia. PeQuod de Teatro de Animação, especializando-se na técnica de bonecos de manipulação direta e no jogo ator- boneco a que o grupo se propõe. Pelo trabalho “Por Que Nem Todos Os Dias São Dias De Sol?”, da Artesanal Cia de Teatro, Marcio Nascimento e Bruno Dante receberam menção honrosa pela confecção e manipulação de bonecos no Prêmio Zilka Salaberry de 2017.


Ficha Técnica “Iago”

Texto: Geraldo Carneiro | Direção: Marcio Nascimento e Miwa Yanagizawa

Interpretação: Marcio Nascimento Direção musical: Rodrigo De Marsillac

Músico: Marcio Malard

Cenário: Carlos Alberto Nunes

Figurino: Tiago Ribeiro

Iluminação: Renato Machado

Formas animadas: Bruno Dante e Carlos Alberto Nunes

Direção de produção: Pagu Produções Culturais

Produtora executiva: Juliana Soares


Sinopse: Indignado por não ter sido promovido pelo general Otelo a tenente, o alferes Iago trama vingança em que Desdêmona, mulher de Otelo, é apontada como amante do tenente Cássio. Solo de Marcio Nascimento. Participação do violoncelista Marcio Malard.


Temporada: 20, 21 e 22 de outubro de 2023.

Sexta e sábado às 20h – Domingo 19h

Ingressos: R$ 40,00; (inteira); R$ 20,00 (meia

Duração: 50 min. | Classificação etária: 14 anos | Lotação: 410 lugares


Entre no nosso grupo de WhatsApp AQUI

Entre no nosso grupo do Telegram AQUI

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.



POLÍTICA

KOTIDIANO