top of page

Ilha da Boa Viagem será aberta para a população neste final de semana

Visitas poderão ser agendadas por WhatsApp


Fotos: Alex Ramos/Divulgação
Fotos: Alex Ramos/Divulgação

Depois de anos fechada, a Ilha da Boa Viagem, em Niterói, vai abrir as portas para o público em geral já neste final de semana. Excepcionalmente neste sábado (23) e domingo (24), a Ilha receberá dois grupos de 40 pessoas por dia (às 14h e às 16h). As visitas deverão ser agendadas pelo WhatsApp.


Parte do patrimônio arquitetônico histórico da cidade e símbolo afetivo dos niteroienses, o local, tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), vem passando por uma minuciosa obra de restauração. O investimento da Prefeitura de Niterói é de R$ 5,5 milhões.


As intervenções recuperaram as edificações da ilha: a capela de Nossa Senhora da Boa Viagem, o fortim e o casarão conhecido como castelo.



A história da Ilha da Boa Viagem começa em 1650 com a construção da Capela de Nossa Senhora da Boa Viagem. O local virou centro de peregrinação de marinheiros, que agradeciam pelas viagens bem-sucedidas e pediam benção para os próximos trajetos. A adoração à Nossa Senhora da Boa Viagem motivou a realização de festas religiosas, que culminavam com procissões marítimas nas águas da Baía de Guanabara. A capela foi destruída durante a invasão francesa de 1711 e reconstruída em 1780, em estilo neoclássico.


Além da vocação religiosa, o monumento foi historicamente destinado para fins militares. A visão privilegiada da Baía de Guanabara tornou a ilha parte do antigo sistema defensivo brasileiro. Registros históricos apontam o ano de 1702 como marco de início da construção do fortim, que tinha entre cinco ou seis peças de artilharia. Já o casarão, conhecido como castelo, foi construído na década de 1940 e abrigou a sede dos Escoteiros do Mar.


Serviço: Visita à Ilha da Boa Viagem

Data: Sábado (23) e Domingo (24)

Horário: 14h e 16h

WhatsApp: 21 3611-3828


Entre no nosso grupo de WhatsApp AQUI

Entre no nosso grupo do Telegram AQUI

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.




POLÍTICA