top of page

Jornalista foi torturada pelo namorado durante três dias em Copacabana

E mais: Mulher morre esfaqueada pelo ex horas depois dele sair da cadeia, Polícia prende vizinho suspeito de matar jovem em Magé, Vereadores do Rio são proibidos de monetizar vídeos na internet, Casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave voltam a crescer


A vítima sofreu traumatismo craniano, fratura na mandíbula, além de diversos hematomas pelo corpo Foto: Reprodução
A vítima sofreu traumatismo craniano, fratura na mandíbula, além de diversos hematomas pelo corpo Foto: Reprodução

Começamos o Rolé desta quinta (5) com a notícia de mais um caso de violência contra a mulher, que de forma assustadora e alarmante vem crescendo em todas as regiões do Brasil.


Após manter a namorada presa em seu apartamento, na Rua Barata Ribeiro, em Copacabana, na Zona Sul do Rio, por três dias, a agredindo com cassetete e soco-inglês, Fred Henrique Lima Moreira ainda ameaçou a mulher.


Em mensagens enviadas ao celular da jornalista Luka Dias, de 37 anos, na última terça (3), ele escreveu: "Um dia tu sai, hospital não é eterno". Na ocasião, ela estava internada por ter sofrido traumatismo craniano, fratura na mandíbula, além de diversos hematomas pelo corpo.


Ontem, o criminoso foi preso temporariamente por tentativa de feminicídio, estupro, cárcere privado e tortura. O Extra noticiou: ‘Sou uma sobrevivente’, diz jornalista torturada por namorado com soco-inglês em Copacabana


E em Contagem, na Grande BH, uma mulher de 30 anos foi morta a facadas pelo ex-companheiro no bairro Tropical.


O crime aconteceu na noite desta quarta (4), um dia depois de a vítima registrar ocorrência de agressão contra o homem. Ele chegou a ser preso, mas recebeu tornozeleira eletrônica e foi solto horas antes do assassinato.

De acordo com a Polícia Militar, após denúncia de moradores da região, os militares encontraram a mulher ensanguentada e caída em casa. Ela levou 16 facadas. Nove delas foram no rosto. Informações G1: Mulher morre esfaqueada pelo ex horas depois de ele sair da cadeia por agressão anterior



A Polícia Militar prendeu, na noite desta quarta, o principal suspeito de ter assassinado Thuane da Silva Machado, de 20 anos, em Magé, na Baixada Fluminense.


Iranildo Martins da Silva, 26 anos, foi encontrado na localidade de São João, em Sapucaia, no Sul Fluminense. A jovem foi encontrada com marcas de violência sexual após ter sido enterrada no quintal da casa do suspeito. Vimos no Dia: Polícia prende vizinho suspeito de matar jovem em Magé


No Rio de Janeiro, ficou estabelecido nesta quarta, que os vereadores não poderão mais monetizar conteúdos na internet que envolvam o exercício da função pública ou produzidos com recursos públicos. A Lei Orgânica Municipal foi aprovada por unanimidade dos parlamentares da cidade.


A decisão partiu após o vereador Gabriel Monteiro se envolver em polêmicas e sair informações de que ele recebia em torno de R$400 mil por mês com vídeos monetizados no Youtube. Tá no Enfoco: Vereadores do Rio são proibidos de monetizar vídeos na internet


Finalizamos o Rolé de hoje com a notícia de que um levantamento da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) mostra que os casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) voltaram a crescer no fim de abril, entre adultos. A tendência foi observada em vários estados, o que afetou também a média nacional.


Segundo o boletim Infogripe, divulgado hoje no Rio de Janeiro, pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), 14 das 27 unidades federativas apresentam sinal de crescimento de SRAG na tendência de longo prazo (últimas seis semanas) até a semana epidemiológica 17 (última semana de abril): Acre, Alagoas, Amazonas, Amapá, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraná, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Roraima e Santa Catarina. Informações Agência Brasil: Casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave voltam a crescer

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.



POLÍTICA