top of page

Legalizar venda de crianças? Tudo bem para aliado de Milei; veja vídeo

Senador Juan Carlos Pagotto, da coalizão conservadora La Libertad Avaza, tentou forjar modificações em um parecer, mas foi desmascarado

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O senador Juan Carlos Pagotto, da coalizão conservadora La Libertad Avanza, que apoia o presidente Javier Milei, fez uma trapaça como relator da Comissão de Justiça do Congresso da Argentina. Ele simplesmente leu modificações suas em um parecer como se tivessem sido aprovadas pela maioria, com o objetivo de aprovar a venda de crianças de famílias carentes.



“Será imposta pena de prisão de quatro a 10 anos a quem receber ou entregar menor com preço, promessa de retribuição ou qualquer tipo de contrapartida, se disto não resultar crime punido de maneira mais severa”, leu em um documento e então prosseguiu: “fica isento da pena o progenitor que entregar o seu filho quando houver estado de necessidade”.


A senadora Juliana di Tullio, do Partido Justicialista, de origem peronista, desmascarou Pagotto:



“O senhor não está lendo o parecer, não é, senador Pagotto?”, e disse ainda: “O senhor não está lendo o parecer, está lendo em nossa bancada uma proposta que trouxe, mas que não é a nossa decisão."

De Revista Fórum.


Nos siga no BlueSky AQUI.

Entre no nosso grupo de WhatsApp AQUI.

Entre no nosso grupo do Telegram AQUI.

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.

POLÍTICA