top of page

Lula é aprovado por seis a cada dez brasileiros, diz pesquisa Genial/Quaest

Aprovação do presidente é a maior desde o início do mandato; crescimento se deu inclusive entre evangélicos


Foto: Ricardo Stuckert/PR
Foto: Ricardo Stuckert/PR

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) é aprovado por seis em cada dez brasileiros, de acordo com nova pesquisa da série Genial/Quaest, divulgada nesta quarta (16). O levantamento aponta que Lula é aprovado por 60% do eleitorado, um crescimento de quatro pontos percentuais. A desaprovação, por outro lado, recuou de 40% para 35% no mesmo período.


Este é o melhor momento de Lula desde o início do seu governo. A distância entre os que aprovam e desaprovam aumentou significativamente, passando de 16 pontos em junho para 25 este mês.


Além disso, a avaliação positiva do governo também cresceu, saltando de 37% no último levantamento para 42% neste. Já a avaliação negativa caiu de 27% há dois meses para 24%.



Crescimento no Sul


Lula cresceu na região Sul do país, local onde perdeu para Jair Bolsonaro no segundo turno das eleições por 58,9% a 41,1% dos votos válidos. A aprovação ao presidente na região deu um salto de 11 pontos em apenas dois meses e agora está em 59%.


A região Nordeste continua dando a melhor aprovação para Lula, com 72%, de acordo com a Quaest. A menor aprovação (52%) é no Norte e Centro-Oeste.


Lula cresceu também no eleitorado evangélico, que também votou em sua maioria com Bolsonaro nas últimas eleições. Pela primeira vez desde o início da série histórica da Quaest, a aprovação a Lula nesse segmento religioso superou numericamente a desaprovação, e agora está em 50% a 46%, respectivamente.



Entre o eleitorado mais escolarizado, a aprovação de Lula cresceu de 45% para 53%.


A pesquisa Genial/Quaest foi realizada entre os dias 10 e 14 de agosto com 2.029 entrevistas presenciais com brasileiros com 16 anos ou mais. A margem de erro é estimada em 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos, e o nível de confiança é de 95%.


*Com informações Revista Fórum


Entre no nosso grupo de WhatsApp AQUI.

Entre no nosso canal do Telegram AQUI.

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.



POLÍTICA