top of page

Maricá terá Complexo Veterinário Municipal

Espaço será construído em Itaipuaçu e terá um hospital e uma Unidade de Vigilância em Zoonoses

Foto: Clarildo Menezes
Foto: Clarildo Menezes

A Prefeitura de Maricá vai construir, em Itaipuaçu, o Complexo Veterinário Municipal, um ambiente exclusivamente voltado ao tratamento gratuito dos animais que terá um hospital veterinário e uma Unidade de Vigilância em Zoonoses (UVZ), destinada à prevenção, vigilância e combate de doenças.




O projeto executivo do espaço, que ficará na Estrada dos Cajueiros, está sendo feito pela autarquia Serviços de Obras de Maricá (Somar). O planejamento prevê a instalação do Hospital Veterinário, com os setores de atendimento, diagnóstico, internação, centro cirúrgico e de apoio (refeitório, área de manutenção, vestiário e guaritas de segurança).


Também será construída a Unidade de Vigilância em Zoonoses, que vai atuar na prevenção e controle das zoonoses, e sistemas de vigilância sanitária, vigilância epidemiológica e vigilância ambiental em saúde.



O coordenador de Proteção Animal, Fabiano Novaes, afirma que o projeto é uma demanda recorrente dos moradores, sendo fundamental para contribuir com a saúde dos animais e auxiliar a população em vulnerabilidade social.


“Esse aparelho público será fundamental para garantir a promoção do bem-estar dos animais da nossa cidade. Vamos nos empenhar para que o Hospital Veterinário comece a funcionar o mais rápido possível”, reforçou.

Prazos - Em reunião realizada no dia (15/10) foram debatidas as últimas propostas para a finalização do planejamento, com o projeto final previsto para ser entregue em dezembro de 2021. A partir disso, será iniciado o processo para a construção do Complexo Veterinário de Maricá.


Administração descentralizada - Como forma de otimizar os futuros serviços do Complexo Veterinário, a Coordenadoria Especial de Proteção Animal será a responsável pelos procedimentos realizados no hospital, enquanto a Coordenadoria de Vigilância Ambiental da Secretaria Municipal de Saúde irá administrar a Unidade de Vigilância em Zoonoses.



POLÍTICA