top of page

Militar mata o vizinho entrando na própria casa supondo que era ladrão

E mais: Homem preso acusado de abusos sexuais contra os filhos, Site informa sobre termos e expressões pejorativas, Viradouro adota passaporte virtual da vacina nos ensaios, STF decide que estado do Rio deve realizar plano para reduzir letalidade policial


Foto: Reprodução/TV Globo
Foto: Reprodução/TV Globo

Começamos o Rolé desta quinta (3) com a notícia de que um homem de 38 anos morreu ao tentar entrar em sua própria casa no Colubandê, na noite desta quarta (2). Segundo informações preliminares, Durval Teófilo Filho foi baleado ao ter sido confundido com um ladrão por um sargento da Marinha.


Ele deu entrada no Hospital Estadual Aberto Torres às 23h26 de quarta (2), mas não resistiu aos ferimentos. A vítima foi socorrida à unidade por um vizinho.


As informações iniciais indicam que Durval estava tentando abrir o portão de sua garagem, cujo controle não estava funcionando. Ao se agachar para tentar abrir manualmente, foi vítima de disparos. O Dia noticiou: Militar supõe que vizinho seria ladrão e mata homem que entrava na própria casa no Colubandê


Em Niterói, policiais civis da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) prenderam nesta quarta (02), um homem, de 40 anos, acusado de abusos sexuais contra os filhos, de 2 e 6 anos. Ele foi capturado no bairro Icaraí.


As investigações apontam que os abusos iniciaram, em 2018, com o primogênito, quando este tinha apenas 3 anos. Os atos prosseguiram nos anos seguintes até o filho mais novo, atualmente com dois anos, também passar a sofrer as investidas do pai. A Tribuna cobriu a notícia: Polícia Civil prende homem acusado de abusos sexuais contra os filhos em Niterói




E a Ação da Cidadania está lançando o site Dicionário da Cidadania (www.dicionariodacidadania.org.br), uma plataforma colaborativa com explicações atuais sobre termos comumente usados para se referir a pessoas e situações do cotidiano, mas que foram criados ou adaptados a partir do sofrimento e as mais diversas formas de opressão os quais negros, mulheres, indígenas, pessoas com deficiência, LGBTQIA+ e vítimas de gordofobia foram submetidos nos últimos anos. Vimos no Enfoco: Site informa a população sobre termos e expressões pejorativas


Em Niterói, a Unidos do Viradouro, campeã do Carnaval 2020 fechou esta semana uma parceria com a empresa Mooh!Tech que desenvolveu um aplicativo para confirmar que os componentes da escola estão em dia com os imunzantes para a Covid-19. Os 2,5 mil sambistas terão que apresentar o atestado virtual em um programa de celular, codificado por QR Code, inicialmente nos ensaios, realizados às terças-feiras na quadra da escola. O atestado também será exigido no desfille. Com informações Extra: Viradouro é a primeira escola a adotar passaporte virtual da vacina nos ensaios


Finalizamos o Rolé de hoje com a notícia do Fluminense de que na primeira sessão de julgamentos do ano, a maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) votou nesta quarta-feira por obrigar o governo do Rio de Janeiro a apresentar um plano para reduzir a letalidade policial no estado, no prazo de 90 dias.


Conforme o voto do relator, ministro Edson Fachin, que foi seguido pela maioria, tal plano deve ter como objetivo também controlar a violação dos direitos humanos pelas forças de segurança fluminenses, trazendo detalhes sobre medidas objetivas, cronogramas específicos e previsão dos recursos necessários. STF decide que estado de Rio deve realizar plano para reduzir letalidade policial

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.