top of page

MPF defende que Ronnie Lessa seja levado a júri popular pela morte de Marielle e Anderson

E mais: Polícia busca identificar assassino de garçom dentro de vagão de trem, Incêndio destrói 16 casas na comunidade Kelsons's no Rio, Bebê é atendido com queimaduras de segundo grau em hospital de Maricá, Enel entra na mira do Ministério Público


 Foto: Reprodução/JN
Foto: Reprodução/JN

Começamos o Rolé desta terça (28) com a notícia de que O Ministério Público Federal (MPF) enviou um parecer ao Supremo Tribunal Federal (STF), nesta segunda, defendendo que o policial militar reformado Ronnie Lessa seja levado a júri popular pela morte da vereadora Marielle Franco e do motorista dela, Anderson Gomes, há quatro anos.


Presos em 2019, Ronnie e o ex-PM Élcio de Queiróz sentarão no banco dos réus por decisão da Justiça do Rio de março de 2020. Desde então, as defesas dos acusados vêm recorrendo em todas as instâncias.



E a Polícia Civil procura por câmeras de segurança para identificar o assassino do garçom Jairo Jonathan do Carmo Pedrosa Tudes, de 24 anos. Ele foi morto com um tiro na cabeça dentro de um vagão de trem do ramal de Santa Cruz, na tarde desta segunda.


O crime ocorreu quando a composição se aproximava da estação de Deodoro, na zona oeste. O corpo está no Instituto Médico-Legal (IML), no Centro do Rio. Extra noticiou: Polícia busca identificar assassino de garçom dentro de vagão de trem



Um incêndio de grandes proporções destruiu 16 casas na comunidade Kelson's, na Penha Circular, zona norte do Rio. De acordo com os bombeiros, o fogo começou em um galpão de ferro velho e se alastrou para as moradias.


Não houve registro de vítimas, mas os moradores relataram a perda total das casas e de seus bens. O chamado para o Corpo de Bombeiros foi feito às 22h17 de ontem (27). Em Agência Brasil: Incêndio destrói 16 casas na comunidade Kelsons's no Rio


E um bebê de apenas dois anos foi atendido com queimaduras de segundo grau espalhadas pelo corpo na última sexta (24), no Hospital Municipal Conde Modesto Leal, em Maricá.


De acordo com as primeiras informações, após ser atendido na unidade de saúde, o menor foi transferido para o Hospital Estadual Alberto Torres, em São Gonçalo, onde permanece internado. Seu estado de saúde não foi divulgado. Tá no Dia: Bebê é atendido com queimaduras de segundo grau em hospital de Maricá


Finalizamos o Rolé de hoje com a notícia que cerca de 32 inquéritos civis foram instaurados pelo Ministério Público do Rio de Janeiro para investigar as reclamações sobre os serviços prestados pela Enel. As queixas foram recebidas pela Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva de Defesa do Consumidor e do Contribuinte de Niterói.


Entre as irregularidades nos serviços prestados estão o atendimento feito pelo call center da concessionária e presencialmente nos postos físicos da distribuidora de energia. Vimos na Tribuna: Enel entra na mira do Ministério Público

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.




POLÍTICA

KOTIDIANO