top of page

Nova paixão ou A fila anda - por Rubenir Pedro Ru


Foto: Pixabay
Foto: Pixabay

Bom dia, boa tarde, boa noite amigos e amigas do Jornal Daki!

Hoje trago uma nova poesia e música. Acabou de ser escrita.

Fala de separação. Separação, divórcio sempre foi pauta, desde da época de Moisés.

Após cinquenta anos de casamento, sei que essa pauta é corriqueira. Já vi algumas separações bastante dolorosas e reencontros bastantes felizes.

O título dessa ainda não escolhida é “Nova paixão” ou “A fila anda”.

Toda união é coisa séria, ainda mais quando se trata de uma união de corpos e ideais, mas parece que a energia enraizada entre a sociedade hoje é um tal de “ficar”.

Uma geração que trata tal assunto  como “ficar".

União essa sem compromisso, sem tempo ou um projeto de vida, que se der, deu, se não, cada um segue seu caminho.

Parece fácil, simples ou menos burocrático.

Só parece!

Mas, não é bem assim que  “a banda toca”.

Um projeto de vida a dois, requer disponibilidade, conscientização e um amadurecimento.

São fases a serem alcançadas.

E até para se chegar a decisão de uma separação e/ ou divórcio, o respeito e o amor ao ser humano requer mais uma vez muita disponibilidade, conscientização e amadurecimento.

Se isso não acontece, vem a violência que só piora tudo em todos os sentidos.

Almas e corpos machucados por um período ou pior por toda vida não é saudável pra ninguém.

Que a saudade, a tristeza, a desunião, a destruição e o desrespeito não seja o palco ou a pauta de casais ou de famílias inteiras que são a base da sociedade.

Que saibamos ser conscientes, respeitosos e verdadeiros ao dizer nosso Sim.

Que saibamos também, ser respeitosos, verdadeiros e conscientes ao dizer Não.

Saúde, paz, desprendimento e muita felicidade a todos os casais.



                                  

Nova Paixão ou A fila anda


Se eu, esbarrar com você

Num destes shopping qualquer

E você perguntar

Se eu já tenho outra mulher

Um novo amor.

 

Olhando em seus olhos

E feliz responder

A fila anda

E eu digo porque,

Porque

 

Se o amor se vai

Sofre o coração

Logo surge alguém

E uma nova paixão

Uma nova paixão!

 

Agora me diga

De cabeça baixa

Se você está bem

Se refez sua vida

Sarou as feridas

Quando te deixei

( Um grande amor)

 

Você disse bem

Também tenho outro alguém

Que carinho me faz

Me sinto amada

Uma outra mulher

Eu sou capaz

Eu sou capaz!

 

De cabeça erguida

Não mais oprimida


Estou livre e feliz

Apaguei nossa história

Deletei da memória


Sejamos felizes

(Três vezes)


Rubenir Pedro Ru (2023)




Entre no nosso grupo de WhatsApp AQUI

Entre no nosso canal do Telegram AQUI

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.


Rubenir Rocha – Pedro Ru é Poeta Musical e membro do Coletivo ELA – Educação Liberdade para Aprender / Facebook e Instagram: Rubenir Pedro Ru. Programa Clarins do Povo – https://www.facebook.com/rubenir.pedroru