top of page

O salário dos covardes - por Helcio Albano


Saudoso Zé Wilker/Foto: Reprodução
Saudoso Zé Wilker/Foto: Reprodução

Ontem (30) a PEC apelidada cinicamente de "kamikaze" pelo sr. Guedes foi aprovada no Senado por incríveis 72 votos a 1. A proposta, como você deveria saber, explode de vez o famigerado teto de gastos e dá uma bela banana à legislação eleitoral, a pretexto de "estender a mão" aos irmãos brasileiros famintos e espoliados pelo alto preço dos combustíveis. Uma conta, de saída, de mais de R$ 40 bilhões.


O que aconteceu nesta fatídica quinta-feira é uma aberração moral, ética, política, jurídica que explodiu o tal teto e vai nos deixar lascados por muitos anos. Isso aí a gente sabe [ou deveria saber]. Mas o que ocorreu ontem acabou nos revelando de forma cabal a inexistência de um outro teto ao bozo e ao centrão. Esse que verdadeiramente importa: um teto à sua ousadia.



A PEC kamikaze é a prova de que o bozo tudo pode para vencer as eleições. Com esse absurdo, está mais do que escancarado que se o maior dos maiores estelionatos eleitorais já cometidos no país não garantir a sua vitória, ela virá na mão grande. Brega Nato deixou isso claro em reunião com empresários fluminenses na sexta (24). Da mesma forma que seu filho 01, em entrevista concedida ao "Estadão" nessa quarta (29).


Dispositivo legal, que é o Estado de Emergência, já o tem para usar. Do mesmo modo como fazia o coronel Jesuíno no folhetim.


Se prepare, eles vão lhe usar. Porque o salário dos covardes é a derrota e atribulação eternas. Tempos sangrentos virão.


Siga @helcioalbano

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.

Helcio Albano é jornalista e editor-chefe do Jornal Daki.



POLÍTICA