top of page

Onda de calor 'fugirá muito ao normal' nos próximos dias no Rio de Janeiro

Meteorologistas alertam para temperaturas variando entre 35ºC e 40ºC, muito acima da média na próxima semana



Os meteorologistas do site MetSul antecipam uma onda de calor surpreendente no Brasil ao longo da próxima semana, em especial na região Centro-Sul do país, com temperaturas acima dos 40º C em diversas regiões e com prováveis recordes de temperatura para o período do ano.


A situação é extraordinária do ponto de vista climatológico, com temperaturas muito acima do normal para o fim de abril e início de maio, afirmam os meteorologistas.


"Enfatizamos que o calor neste fim de abril e o início de maio fugirá muito ao normal. É uma situação extraordinária do ponto de vista climatológico, uma vez que temperaturas neste patamar que se prevê desviam absurdamente das normais históricas", diz a meteorologista Estael Sias em artigo no Metsul.


O calor vai se estender ao longo da primeira semana de maio, com uma possível frente fria a partir da segunda semana do mês que vem.


Recordes

As temperaturas no Rio de Janeiro e na Baixada Fluminense devem variar entre 35ºC e 40º C, valor muito acima da média para esta época do ano.


Na cidade de São Paulo, são esperadas máximas que podem ultrapassar os 33ºC, algo considerado anormal para essa época do ano. O recorde absoluto de temperatura máxima para maio, estabelecido em 31,7ºC, seria, portanto, superado de acordo com as projeções. 

Além disso, no sul do país são esperadas tempestades com rajadas de vento de até 70 km/h, em especial no Rio Grande do Sul e no sul de Santa Catarina. O Paraná também terá aumento significativo nos termômetros.


Norte e Nordeste não serão drasticamente afetados pela onda de calor, mas também terão altas temperaturas e chuva nos próximos dias.


O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) ainda não qualifica a previsão como onda de calor como o MetSul, mas prevê temperaturas acima da média no período.


"O Inmet explica que utiliza a nomenclatura de Onda de Calor quando a previsão indica que as temperaturas (neste caso, especialmente as máximas) devem ficar 5ºC acima da média mensal pelo período de, no mínimo, dois a três dias consecutivos, em determinada área de abrangência", afirma.


Nos siga no BlueSky AQUI.

Entre no nosso grupo de WhatsApp AQUI

Entre no nosso grupo do Telegram AQUI

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.


POLÍTICA