top of page

Os efeitos das mudanças climáticas em São Gonçalo e possíveis ações de prevenção

Prof. Hélio Ernani Capilé

Descaso e falta de planejamento potencializam ainda mais os efeitos das mudanças climáticas na cidade/Foto: Reprodução
Descaso e falta de planejamento potencializam ainda mais os efeitos das mudanças climáticas na cidade/Foto: Reprodução


Todos os fenômenos que chamamos de naturais já ocorrem há muito tempo e sempre influenciaram os ambientes terrestres, trazendo mudanças estruturais que sempre afetaram o meio ambiente e os seres vivos, às vezes de forma positiva e outras negativamente. Dessa forma, o planeta vem se moldando a milhões de anos e a evolução seguindo seu caminho.


Porém, com a acentuada degradação ambiental pós revolução industrial, e o acúmulo de gazes de efeito estufa na atmosfera, surge um aumento do aquecimento global e severas variações nos fenômenos naturais, ocasionando amplitude na força destruidora destes fenômenos, proporcionando grandes catástrofes como as que ocorreram no Rio Grande do Sul.


LEIA MAIS


Em nossa cidade de São Gonçalo, esses fenômenos frequentes já trouxeram catástrofes com várias vítimas fatais e outras que perderam tudo, principalmente por enchentes ou quedas de barreiras em áreas de riscos, comuns em nosso município. E agora, como evitar?


Precisamos que o poder público desenvolva com eficiência um plano gestor hídrico, de escoamento sanitário e fluvial que evite bolsões de alagamentos em pontos já conhecidos e frequentes. Escoamento que possam sair com vários braços de drenagem e piscinões de armazenamento, com ductos drenando até a Baía de Guanabara.


Isso é possível? Sim, precisamos efetivar essas ações mesmo que levem 2, 3 ou 4 anos, pois depois disso, os efeitos positivos passam a acontecer gradualmente.


Quanto às áreas de risco de desmoronamentos se fazer a mesma coisa, criando um plano de estruturação, evacuação e orientação efetiva, com proibições e fiscalização que impeçam construções irregulares irregulares em encostas e margem de rios, canais e valões.


Nos siga no BlueSky AQUI.

Entre no nosso grupo de WhatsApp AQUI.

Entre no nosso grupo do Telegram AQUI.


Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.


Hélio Ernani Capilé é gonçalense, professor da universitário e especialista em Meio Ambiente e em gestão ambiental.

POLÍTICA