top of page

Os empregos que causam mais infelicidade, segundo Harvard; saiba quais são

Pesquisa tem 85 anos ininterruptos

Estudo, que entrevistou mais de 700 profissionais, aponta os empregos que geram mais infelicidade. Foto: Reprodução
Estudo, que entrevistou mais de 700 profissionais, aponta os empregos que geram mais infelicidade. Foto: Reprodução

DCM - Um estudo de Harvard revelou que nem todos os empregos podem gerar felicidade nos trabalhadores e, em algumas ocasiões, podem causar o oposto as deixando infelizes.


Segundo os pesquisadores, tarefas solitárias podem causar este sentimento, já que as horas de trabalho pareçam mais longas. A falta de interações sociais também afeta negativamente a saúde, o que pode se agravar, de acordo com o estudo, quando se adicionam rotações ou turnos noturnos.


Nesse sentido, a Universidade de Harvard estabeleceu que os sete empregos que geram maior insatisfação nos trabalhadores são:



  • Entregadores

  • Motoristas de caminhões de longa distância

  • Guardas de segurança

  • Trabalhos com horários noturnos, como vigilantes e porteiros

  • Trabalhos remotos

  • Atendimento ao cliente

  • Comércio varejista

Em relação ao serviço ao cliente, listado pela pesquisa, a infelicidade se deve às interações negativas, uma vez que é difícil lidar com pessoas impacientes ou com problemas constantes. Assim, os funcionários costumam se sentir mais frustrados e estressados.


Para descobrir este dado, a Universidade de Harvard realizou um estudo de 85 anos, desde 1938, com mais de 700 profissionais de todo o mundo e os questionou sobre suas vidas profissionais a cada dois anos. O objetivo da pesquisa era determinar quais fatores são capazes de aumentar ou diminuir a felicidade no trabalho.


Entre no nosso grupo de WhatsApp AQUI.

Entre no nosso canal do Telegram AQUI.

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.



POLÍTICA