top of page

Papo na Laje: iniciativa de jovens de Itaboraí (RJ) produz dados sobre o próprio território

Observatório surgiu da necessidade de democratizar o acesso à informação; assista nesta quinta (11) no Youtube

Foto: Reprodução/Instagram
Foto: Reprodução/Instagram


A partir da ausência de dados sobre o próprio território, um coletivo de jovens de Itaboraí, no leste fluminense, resolveu materializar o lema "nós por nós" e entrar em ação de forma colaborativa. "A população não tem noção dos seus direitos pela falta de informação", disseram no programa Papo na Laje que vai ao ar nesta quinta-feira (11).



O Observatório de Itaboraí foi criado em 2021 por moradores que identificaram a necessidade de democratizar o acesso à informação gerando dados sobre a cidade que não eram encontrados. Uma das convidadas do episódio é Inara Souza, de 25 anos, cofundadora do Observatório de Itaboraí e integrante do Fórum de Mulheres Negras.



Ela explicou que a primeira experiência de campo do Observatório resultou na pesquisa socioeconômica no 3º distrito de Itaboraí, Itambi, apontado por moradores como um dos mais vulneráveis da cidade. Confira a pesquisa completa neste link. As investigações seguintes seguiram na linha de analisar o acesso a direitos como transporte, passe livre, eleições, entre outros.



"Nosso objetivo com essa geração de dados é mostrar para a população, para o governo, para a gestão municipal, o que está acontecendo. É uma forma de informar e de entender o que tem na nossa cidade, e o que a população passa. A partir da primeira pesquisa percebemos a necessidade de outras", disse Inara que é designer e estudante de Psicologia.



Já o outro convidado é Everson dos Santos, conhecido como Son ZR, que atua como produtor cultural, músico e integra o Observatório de Itaboraí e o Fórum Cultural de Itaboraí. No episódio, ele comentou que o Fórum tem como ideal integrar os "fazedores" de cultura da cidade.


A partir dessa organização é possível ter força para debater com o poder público as políticas culturais que de fato funcionam para a realidade dos coletivos. "Uma iniciativa importante que o Fórum iniciou e a gestão municipal aderiu foi o cadastro de artistas da cidade", contou. 


"Enquanto movimento cultural, a gente procura pegar as informações diretamente com quem participa das ações e dos coletivos para entender o público que está participando, as ideias e o que as pessoas estão tentando passar a partir dessa participação", finalizou Son ZR.


Papo na Laje


Papo na Laje é um programa de TV que valoriza o protagonismo da juventude nas favelas e periferias do Rio de Janeiro. A cada novo episódio a apresentadora Dani Câmara recebe dois convidados que compartilham experiências sobre temas de interesse da juventude.

  

A terceira temporada do programa conta com a parceria da Incubadora de Inovação Social em Cultura de Maricá, um projeto desenvolvido pelo Instituto de Ciência, Tecnologia e Inovação (ICTIM), junto à Secretaria Municipal de Cultura e ao Instituto Brasil Social (IBS).


Nas primeiras gravações, jovens e representantes dos seus bairros falaram sobre diferentes projetos locais, como o Horta Agroecológica, Moeda Social, Políticas Públicas de Audiovisual para a Juventude e Ciência, Tecnologia e Inovação em Maricá (RJ).


*Com informações Brasil de Fato


Nos siga no BlueSky AQUI.

Entre no nosso grupo de WhatsApp AQUI.

Entre no nosso grupo do Telegram AQUI.

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.

POLÍTICA