top of page

Polícia investiga se menino de 9 anos sofreu racismo de segurança em shopping de Niterói

Investigadores da 81ª DP (Itaipu) solicitaram as imagens das câmeras do local


Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O Dia - Policiais da 81ª DP (Itaipu) buscam imagens de câmeras de segurança para apurar se menino de 9 anos sofreu racismo em shopping de Niterói, na Região Metropolitana do Rio, no último sábado (21). De acordo com a ocorrência, registrada pela mãe da criança, o menino foi expulso do Shopping Multicenter Itaipu, Região Oceânica de Niterói, por estar descalço. O funcionário será ouvido na distrital, assim como testemunhas.


A administração do centro comercial informou que tomou ciência do caso através de um registro comercial do SAC e que abriu um procedimento interno para verificar os fatos descritos. Disse ainda que o estabelecimento "adota e respeita as normativas de proteção dos direitos da criança conforme o Estatuto da Criança e do Adolescente, assim como também repudia toda e qualquer forma de discriminação".



Em entrevista ao RJTV, a mãe da criança, identificada como Ataise Andrade, disse que eles haviam saído de um projeto social oferecido para crianças e adolescentes no Morro da Boa Esperança, comunidade próxima ao shopping, e que entraram para fazer compras. A mulher contou ainda que não presenciou a cena, mas o filho, coagido, disse que foi intimidado pelo segurança.

O Conselho Tutelar de Niterói está acompanhando a família do menino. A investigação está em andamento na 81ª DP (Itaipu).

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.



POLÍTICA