Buscar

É campeão! Porto Velho bate Cruzeiro e fatura taça em final emocionante

Atualizado: 16 de Jul de 2019

Time bateu Cruzeiro de virada na casa do adversário, ontem (14) no campo da Bandeirinha, Porto Novo


Por Claudio Figueiras

A rapaziada mandou bem/Foto: Divulgação

Em final emocionante, o Porto Velho Futebol Clube venceu, de virada, ontem (14/7) o Meninos do Cruzeiro e conquistou o campeonato organizado pela Liga Gonçalense de Futebol Amador de Favela (LGFAF), que reuniu 10 equipes ao longo da competição de modalidade society Sub-23, com 7 jogadores na linha.


A grande final foi realizada no campo da Bandeirinha, Porto Novo, na casa do Cruzeiro, que abriu o placar ainda no primeiro tempo, aos 5', com gol do atacante Thoque após contra-ataque que pegou de surpresa a retaguarda do PV.


Porém, o Porto Velho jogava melhor e pressionava o adversário dentro do seu campo, exigindo defesas difíceis do arqueiro celestino.


O gol era questão de tempo.

E, aos 20' do segundo tempo, os deuses das quatro linhas fazem justiça: em cruzamento pra pequena área, Catatal, que acabara de entrar, tenta uma bicicleta em jogada espetacular após cruzamento do meia Welerson pela esquerda. No bate-rebate, a bola sobra pra Panela estufar as redes e empatar: 1x1.


Cinco minutos depois, aos 25, pra delírio geral da galera que assistia a partida já na reta final e carregada de emoção, General, com a lucidez dos craques, entorta o zagueiro cruzeirense, enfia no canto e vira: 2x1.


A melhor defesa do campeonato, paredão intransponível resguardado por Sodré e Ruan, não deixa nada passar, e segura o jogo com sangue frio até o apito final:


Grita, grita! UHU, É O PV! PORTO VELHO CAMPEÃO! E invicto!

O time, criado há apenas três anos, resgata a tradição do bairro que já formou craques como Braguinha, Telão, Silvio e Edmundo. Além de apresentar ao mundo os timaços do Náutico, do saudoso Jorge Marinheiro, o Ypiranga, invenção do intrépido Africa e Juventus, cria do Adão, que disputaram jogos épicos nos campos da Brahma e do Gradim.


Eis os 19 campeões:


Goleiros: Nathan e Smith.

Zagueiros: Sodré e Ruan,

Volantes: Gabide (Capitão do time), Coronel, Ramon e Rubinho.

Laterais: Lelê Esquerdinha, Patrick, Ribeiro e Vidal.

Meias: Monge, Pintinha, Rhenan e Welerson,

Atacantes: Catatal, General e Panela.

Diretoria comemorou muito a conquista/Foto: Divulgação

Alguns jogadores já tiveram experiência no futebol profissional e nas bases de clubes do Rio e de outros estados. O meia-direita Rhenan, por exemplo, passou pelas bases do América (RJ) e Duque de Caxias, e pelos profissionais do Sampaio Corrêa (MA), Canindé (SE) e Maricá.


O lateral Vidal, que teve passagem pelo São Gonçalo FC, está de malas prontas pra jogar na Ucrânia e o zagueiro Sodré foi contratado para reforçar o plantel do Coritiba (PR), que atualmente disputa a Série B do Brasileiro.


MV1.2.jpg
MALUGA_2.jpg

© 2020 POR APOLOGIA BRASIL

  • w-facebook
  • Instagram
  • White Twitter Icon