Buscar

Juventude e o mundo do trabalho em debate no Lavourão



O evento contou com a participação de várias autoridades da administração municipal, professores, empresários e inúmeros estudantes, que debateram a relação do trabalho para os jovens no município, sobre as escolas técnicas, e mercado de trabalho e o que pode ser feito pelo poder público para melhorar a entrada dos jovens no mercado de trabalho. Na ocasião os estudantes entregaram uma carta com reivindicações às autoridades presentes.

Fizeram parte da mesa gestora Ângela Guimarães, Secretária Adjunta Nacional de Juventude da Presidência da República, que foi convidada especialmente para este evento; Michel Portugal, Secretário Municipal de Cultura; Ana Cristina da Silva, Secretária Municipal de Desenvolvimento Social, Habitação, Infância e Adolescência; Carlos Ney Pinho Ribeiro, Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico Ciência e Tecnologia; Leandro Bastos, Secretário Municipal de Trabalho.

Ângela Guimarães falou com a reportagem do jornal DAKI E DISSE: “ Que esse tema: trabalho e juventude, é prioridade na agenda do governo federal, que nossa juventude é trabalhadora e que mais de 70 % dos jovens que trabalham estão conciliando estudos, vida familiar etc., que nos dez, dose anos de governo federal existe um conjunto de políticas para dar suporte a essa juventude no mercado de trabalho, mas que temos muito o que fazer para ajudar a melhorar o acesso dos jovens, como foi apontado aqui pela juventude Gonçalense, permitir melhores e maiores oportunidades de qualificação profissional, inserção no mercado de trabalho, garantia dos direitos trabalhistas”.


A plenária questionou que muitos cursos já vêm prontos e que muitas vezes não atendem devido o munícipio ter suas peculiaridades. Ângela Guimaraes respondeu a esse questionamento. “Essa é uma demanda não só de SG como de outras cidades, estamos debatendo a respeito com outros ministérios para atender melhor essa demanda. E que tem verba para investir nesses projetos como Pronatec, Projovem. É importante o entrosamento do governo federal com os municípios”.

Também falou para o jornal DAKI O Secretário Carlos Ney, disse que esse evento foi muito importante para os jovens gonçalenses para interagir com o Gov. Federal e Municipal. Que hoje foi um contato inicial, mas precisamos de um fórum permanente aqui na cidade e que a sua secretaria a partir do segundo semestre vai aprimorar junto a Petrobrás cursos para serem inseridos em escolas municipais, vamos ter 200 vagas na área da construção civil totalmente gratuitos, isso vai ser divulgado assim como outros cursos, vamos atender a população de Itaoca, uma situação específica, no segundo semestre desse ano. Que sua secretaria tem cadastro com empresas como o laboratório B Braun e Camil pescados, para encaminhar jovens para estágios. Concluiu informando que a empresa Demillus Lingerie vai vir para são Gonçalo.

Leia abaixo a carta na íntegra das reivindicações que os estudantes entregaram às autoridades. Clique para ampliar.


#CIDADE

MV1.2.jpg
MALUGA_2.jpg

© 2020 POR APOLOGIA BRASIL

  • w-facebook
  • Instagram
  • White Twitter Icon