Buscar

Assédio na audiência sobre assédio moral



Para quem achava que a Audiência Pública realizada no dia 4 de março para debater o crime de assédio moral contra os servidores da prefeitura era desnecessária, teve um choque de realidade: para espanto de todos, o assédio se fez presente em plena reunião, narrado pela servidora da Guarda Sabrina Xavier que, segundo relatou em depoimento na Tribuna, sofreu ameças de retaliação do Comando caso participasse do encontro promovido pelo Sindicato dos Servidores (Sindspef).

“Estava nervosa e com medo de participar da audiência. Vim disposta a só ouvir. Mas depois disso (a ameaça) resolvi falar”, disse Sabrina, muito emocionada.

O vereador Marlos Costa diante dos fatos narrados, pediu a imediata exoneração do secretário de Segurança Antonio Oswaldo e do comandante da Guarda, Alberto Ribeiro: “É uma condução autoritária da Guarda por estes dois senhores que lembra a ditadura militar. O estatuto do servidor deve ser seguido, e não o código da polícia. Por isso peço publicamente a exoneração dos responsáveis pela Guarda e do secretário de Segurança Pública”, disse o parlamentar, que presidiu a audiência.

#POLÍTICA

MV1.2.jpg
MALUGA_2.jpg

© 2020 POR APOLOGIA BRASIL

  • w-facebook
  • Instagram
  • White Twitter Icon