Buscar

Gestão de condomínios e os pequenos feudos



Faço uma comparação dos atuais conjuntos de construções para moradia que são cercados por muros chamados condomínios. São vastas as vertentes desta abordagem, forma de administração, vida em comunidade, segurança, trabalho.

Em particular, comentarei sobre um condomínio e sua situação que a mim foi apresentadA. Um condomínio no centro de São Gonçalo, um dos mais importantes da cidade, por sua localização e por possuir 880 apartamentos.

Construído no início da década dos anos 90, tem um grave problema administrativo e tornou-se obsoleto em todas as sua áreas. E sabendo de alguns fatos, percebo um grande problema neste condomínio que possui 11 blocos: a sua administração é centralizada.

É necessário existir uma independência financeira dos blocos. Seriam 12 síndicos, 11 de blocos ou torres e um da área externa. Cada um cuidando proporcionalmente da importância de sua gestão. Basta pensar: onde estão as contas mais importantes? Nos blocos. Onde moram, dormem, comem? Em seus apartamentos. Logo a prioridade é de pagar as contas que dão condições de moradia. Água, luz, material de higiene ou limpeza, segurança em equipamentos. Evitar o disse me disse e ter mais ação.

Dou o meu apoio a ideia dos amigos do bloco 11, ou da comissão administrativa da descentralização administrativa. Cada bloco ter o seu síndico, cada bloco ser responsável por sua administração, como também defendo acabar com a isenção de taxa de condomínio, cada síndico de bloco recebe, como pró labore um salário mínimo e paga o condomínio.

Tem que haver ordem, transparência, ter responsabilidade fiscal e administrativa, além de existir um contato cordial entre moradores e administradores, pois todos são moradores e vizinhos, moram na mesma comunidade, e quando se mora junto tem que haver respeito e educação.

Por isso a coragem deste grupo, que pediu investigação, sei que muitos vão criticar, que bom, mostra que algo está sendo feito, muitos vão elogiar que bom, mostra que ainda há muito a fazer.

Micheline Melo é administradora de condomínios.


Tel. (21) 3247-5645

#MICHELINEMELO #ARTIGOS #GESTÃOCONDOMINIAL

MV1.2.jpg
MALUGA_2.jpg

© 2020 POR APOLOGIA BRASIL

  • w-facebook
  • Instagram
  • White Twitter Icon