Buscar

OAB: Email apócrifo faz ataques pessoais a candidatos



O Jornal Daki teve acesso a email apócrifo, injurioso e difamatório, disparado por mala direta a todos os advogados inscritos na 8ª Subseção. A carta eletrônica tem como pano de fundo as eleições em novembro e os alvos foram os advogados José Luiz Muniz, atual presidente da OAB/SG, e Adriana Brandão, postulante ao cargo pela chapa OAB Independente.

O texto, escrito em caixa alta, recheado de várias expressões chulas e ataques pessoais, foi repassado na semana passada. Na sexta-feira, Adriana Brandão publicou no seu perfil pessoal no facebook um manifesto conclamando aos seus colegas a busca por eleições limpas: "(...) é importante que tenhamos em mente que o jogo político deve ser travado com respeito e dignidade, sem ataques e ofensas pessoais, haja vista, que nós – advogados – estamos do mesmo lado e contribuímos diretamente para os resultados atingidos...", diz um trecho do manifesto.

A iniciativa de Brandão teve adesão imediata dos colegas de classe e até de seu adversário político, Eliano Enzo, candidato a presidente pela chapa Colmeia.

EDITORIAL

As eleições na OAB em São Gonçalo nunca foram um mar de tranquilidade e ataques diretos e anônimos são uma constante desde a consolidação da internet no processo em 2010. Pela primeira vez com quatro chapas concorrentes, o calor da disputa aumenta e os personagens envolvidos ficam mais vulneráveis a ações que em nada ajudam o debate, destinadas apenas a fazer barulho e desviar o foco da campanha, tão comuns em processos eleitorais gremistas de escolas de ensino médio.

As eleições da OAB/SG não são apenas importantes para os advogados, mas para toda a sociedade gonçalense que tem nessa instituição uma referência de atuação muito além dos seus muros da Travessa Euzelina. Processos eleitorais continuados são pedagógicos para a convivência democrática. Porém, ataques pessoais buscando pura e simplesmente a injúria e o escárnio do outro profanam o altar da democracia e maculam o próprio estatuto da Ordem que tem por princípio o zelo pelo estado de direito.

O que o Jornal Daki tem a ver com tudo isso? O amigo leitor pode e deve prguntar. Tudo. Como veículo de comunicação independente, plural e democrático, temos na OAB o nosso espelho e modelo na busca de uma sociedade mais justa e igualitária. E isso começa aqui mesmo, em São Gonçalo.

Gostou? Curta a página Daki no facebook aqui e fique bem informado.


#ADRIANABRANDÃO #OAB #POLÍTICA

MV1.2.jpg
MALUGA_2.jpg

© 2020 POR APOLOGIA BRASIL

  • w-facebook
  • Instagram
  • White Twitter Icon