Buscar

Eleições OAB: Adriana Brandão pode ser a primeira mulher presidente da 8ª Subseção



Amanhã, 16 de novembro, pouco mais de 1200 advogados escolherão a executiva e o corpo de conselheiros que comandarão a OAB São Gonçalo (8ª Subseção) no triênio 2016/2019. E informações seguras que chegaram até este que vos escreve apontam para a vitória da chapa Nova OAB Independente, liderada pela advogada Adriana Brandão. "Temos dados coletados ao logo da semana que apontam Adriana (Brandão) com uma posição consolidada na primeira colocação", afirmou a fonte.

Este ano, de modo inédito, quatro chapas concorrem ao comando da Ordem na cidade. Em outubro, um advogado experiente e influente, que nos pediu anonimato, afirmara da grande dificuldade que as chapas Nova OAB e Juntos Somos Mais Fortes encontrariam na campanha: “Hoje (a Nova OAB Independente) é seguramente a candidatura mais consistente. A Nova OAB que já vinha de um processo de desgaste natural se inviabilizou de vez com a formação de outra chapa de sua costela", disse na ocasião, se referindo à chapa Juntos Somos Mais Fortes.

No primeiro semestre houve um forte desentendimento no grupo da Nova OAB, hoje liderado pelo atual presidente da Ordem, José Luiz Muniz, com a advogada Rosilene Alonso, então candidata da Nova OAB para o pleito deste ano. Alonso foi preterida da disputa e criou, com grupo dissidente, a chapa Juntos Somos Mais Fortes que, mesmo fazendo parte do campo político da atual gestão da Seccional/Rio, ficou isolada. O apoio político à Rosilene se resumiu ao PSOL gonçalense e a uma declaração tímida de apoio do deputado Comte Bittencourt (PPS).

Para esse mesmo advogado, o "sofisticado arranjo político entre advogados da Nova OAB, descontentes da Colmeia e setores da sociedade civil" construído pela advogada Adriana Brandão foi fundamental à sustentação de sua candidatura. E o apoio explícito do atual presidente da Seccional, Felipe Santa Cruz, deve selar de vez a vitória da Nova OAB Independente: "A OAB é seguramente uma das instituições mais importantes do Brasil. E é natural que o processo de escolha de seus dirigentes mexa com todos os setores da sociedade em maior ou menor grau. A advocacia é uma profissão essencialmente política e está mentindo quem diz o contrário. A Adriana construiu um arco de apoio amplo e fechou com chave de ouro com o pedido de voto público do Felipe (Santa Cruz)", disse.

Santa Cruz concorre à reeleição e, segundo à mesma fonte do início deste texto, lidera a preferência dos advogados no estado e em São Gonçalo.

Confirmando a vitória de Adriana Brandão amanhã, a OAB da cidade será pela primeira vez presidida por uma mulher.

Gostou? Curta a página Daki no facebook aqui e fique bem informado.


#POLÍTICA #ADRIANABRANDÃO #OABSG

MV1.2.jpg
MALUGA_2.jpg

© 2020 POR APOLOGIA BRASIL

  • w-facebook
  • Instagram
  • White Twitter Icon