Buscar

Reunião para discutir retirada de barreiras na Niterói-Manilha acontece no próximo dia 14.



Após declarar que irá cobrar da concessionária Autopista Fluminense a retirada imediata das barras laterais (guard-rails) instaladas ao longo da rodovia Niterói-Manilha (BR-101), o prefeito de Itaboraí, Helil Cardozo, anunciou na tarde desta sexta-feira (8), uma reunião para discutir a retirada das barreiras.

Uma comissão formada por representantes da Prefeitura de Itaboraí, empresários e população se reúne no próximo dia 14 com a concessionária Autopista Fluminense para exigir a retirada imediata das barras laterais instaladas recentemente na rodovia Niterói-Manilha, que têm causado transtornos ao trânsito e prejuízos ao comércio locais. Também foram convidadas para o encontro autoridades da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

Presidente da Junta Administrativa de Recursos de Infrações (Jari) da Secretaria Municipal de Transportes e comerciante local, Enéas Pereira iniciou um movimento popular que levou à realização de uma reunião prévia, na quinta-feira, no Itaboraí Plaza. O encontro definiu a criação da comissão e contou também com a presença do prefeito Helil Cardozo e outras autoridades, além do superintendente do shopping, Alfredo Zanotta, comerciantes e moradores da região.

"A atitude da Autopista Fluminense está prejudicando toda a população, e muita gente já pensou até em arrancar à força aquelas barras laterais. Acredito no diálogo, e espero que nossos argumentos convençam a concessionária. Mas temos de agir rápido", disse Enéas, responsável também por agendar o encontro com a Autopista.

A lista de reivindicações inclui a imediata retirada da barras laterais e a realização, em definitivo, de obras que possam resolver problemas históricos de tráfego no Trevo de Manilha, entre outras questões.

O prefeito Helil Cardozo confirmou presença na reunião. Na quinta-feira, durante a reunião no shopping, ele afirmou que a atitude da Autopista ao instalar as barreiras foi inconsequente.

"Quero parabenizar o Enéas pela iniciativa de organizar esse movimento, que tem todo o apoio da Prefeitura. A decisão da Autopista foi equivocada e precisa ser revertida o quanto antes. Se for preciso, vou até Brasília pedir providências ao ministro dos Transportes", disse Helil Cardozo.

Gostou? Curta a página Daki no facebook aqui e fique bem informado.



MARCOS MOURA

#CIDADE

MV1.2.jpg
MALUGA_2.jpg

© 2020 POR APOLOGIA BRASIL

  • w-facebook
  • Instagram
  • White Twitter Icon