Buscar

Enganações do prefeito Mulim



A Prefeitura de São Gonçalo me entregou em casa uma revista com as “realizações” do governo Mulim desde 2013. Criada com dinheiro do povo, a publicação tem 8 belas folhas de enganações e foi distribuída após o dia 02/07/2016, data a partir da qual a Justiça Eleitoral proibiu a divulgação de atos, obras e serviços públicos para garantir igualdade de oportunidades entre candidatos (Lei nº 9.504/1997). Além de mentiroso, Neilton Mulim confirma a fama de prefeito criminoso.

Fiquei confuso ao folhear a revista contendo 74 reformas, criações e projetos. Pensei que estivesse louco, vários questionamentos me dominaram: Mulim é um bom prefeito e sou incapaz de ver? Ele trabalhou fielmente durante os últimos três anos e meio mas falhou ao transmitir seus feitos? Olhei a revista com um pouco mais de atenção e entendi seu verdadeiro intuito: disfarçar uma péssima gestão.

Mais enfeitada que pavão, a revista não apresenta indicadores de programas de governo porque este governo nunca teve programa. Ela mostra uma métrica insuficiente, referente à Educação, apenas um índice entre 74 itens. Que raio de governo é esse que constrói café social e clínica mas não diz o quanto a cidade se desenvolveu em números socioeconômicos? Quais projetos foram concebidos, realizados e tiveram o objetivo alcançado? Com R$ 1 bilhão e 200 milhões anuais (orçamento do governo) meu filho de 5 anos – ele quer ser prefeito e bombeiro – construiria bastante coisa em parceria com empreiteiras corruptas sem planejar o funcionamento e manutenção posterior. Ajudar o cidadão a aumentar seu nível de educação e renda exige maturidade e competência que meu filho ainda não tem. Nem o prefeito. Sendo que o primeiro ainda está no maternal.

Será que Mulim pensa que a população seria incapaz de entender gráficos de receita e despesa mostrando a saúde financeira da Prefeitura ou teme revelar seus podres? As crianças estão lendo mais após o programa Magia de Ler, que custou R$ 12 milhões sem licitação? Agora escrevem melhor? Não em Alcântara, Raul Veiga e Vila Três, bairros que frequento. Talvez no seu bairro leitor; por favor, nos diga.

Grande parte das realizações não estão realizadas. Exatamente. Mulim subverte o Português Brasileiro. São obras atrasadíssimas, como a da Policlínica de Alcântara.

Outra realização, uma merda de aplicativo chamado Saúde.com que, se foi feito de graça, saiu caro. Não traz nada além de um plágio grotesco do Google Maps, provavelmente usando o próprio serviço da Google, sem inovação, inútil. Uma ofensa contra brilhantes mentes gonçalenses que desenvolvem na capital do Estado os principais aplicativos do mercado do Rio de Janeiro.

O folheto não revela, obviamente, que São Gonçalo é uma cidade às escuras onde se leva seis meses para trocar a lâmpada queimada de um poste. Não diz que ultimamente os porcos se recusam a circular em Alcântara, maior bairro comercial da cidade, tamanha sujeira e desordem; que o cidadão é um refém do descaso por não contar com um canal eficiente de comunicação com a Prefeitura, que há obras com 100% de financiamento federal, de iniciativa federal, mas que Mulim conta como suas, além de financiamentos desperdiçados, como o projeto CEUs.

Faltam seis meses para o governo Mulim acabar. Tempo demais para cruzar os braços e viver na escuridão.


Mario Lima Jr. é analista político e social

Gostou? Curta a página Daki no facebook aqui e fique bem informado.


#MARIOLIMAJR #NEILTONMULIM #ARTIGOS #CRÔNICAS

MV1.2.jpg
MALUGA_2.jpg

© 2020 POR APOLOGIA BRASIL

  • w-facebook
  • Instagram
  • White Twitter Icon