Buscar

Posicionamento de vereadores na Câmara deixa governo Nanci alerta



Antes mesmo de completar 100 dias, o governo Nanci já enfrenta seu primeiro embate político com os vereadores na Câmara. Dois fatos sensíveis que causaram polêmica nesses três primeiros meses emergiram no Parlamento através dos vereadores Jalmir Junior (PRTB) e Sandro Almeida (PSDB), que subiram à Tribuna pedindo explicações ao chefe do executivo.

Os supostos casos de nepotismo na administração e o rumoroso 'imbróglio da garagem' envolvendo o vice-prefeito Ricardo Pericar e a primeira-dama Eliane Nanci, ganharam densidade política na cidade e agora entre os vereadores, que já começam a desenhar com contornos mais nítidos uma oposição aberta ao governo. O sinal de alerta foi acendido na sede da Feliciano Sodré.

O blog A Política RJ narra que Junior requisitou formalmente explicações sobre as nomeações de parentes do prefeito e da primeira-dama na prefeitura. Em resposta, o vereador, em tom irônico, relatou ter recebido do procurador Vitor Marcelo um 'documento' do Wikipedia atestando a legalidade das nomeações. "Sabe o que é o Wikipedia? (...) Estamos lascados", comentou Junior aos seus colegas de Câmara.

O Wikipedia é uma enciclopédia aberta e colaborativa disponível na internet famosa por conter informações imprecisas.

O parlamentar prometeu levar o caso ao Ministério Público.

O vereador tucano Sandro Almeida, exímio estrategista e virtual líder da oposição ao governo, sabe que tem uma bomba prestes a explodir na cabeça do prefeito, e essa bomba se chama Ricardo Pericar. Ele foi responsabilizado por Eliane Nanci por um suposto desvio de combustível na garagem da prefeitura. Para Almeida, o vice-prefeito deveria prestar esclarecimentos 'desse caso gravíssimo' na Câmara.

Caso Pericar - que já tem os dois pés fora do governo - resolva ir à Câmara, tornaria oficial a sua ruptura com Nanci, engrossando o coro dos descontentes. Os desdobramentos políticos seriam imprevisíveis e nenhum deles seria bom para o governo.

Segundo corre à boca cada vez mais larga, há um sentimento entre os vereadores de que a única forma de avançarem e obterem mais espaço no governo é sacando de lá a esposa do prefeito. Para eles, o ponto de desequilíbrio e instabilidade no governo é a Eliane Nanci, opinião compartilhada em off por alguns membros do governo. A presença dela, segundo alguns parlamentares, inibe a interlocução com o legislativo.

Nesse cenário, o governo será obrigado a ceder, ou 'exilando' a primeira-dama ou criando novas secretarias para alocar os vereadores e garantir maioria folgada na Câmara, que hoje perigosamente não existe.

Uma queda de braço entre executivo e legislativo seria o pior dos mundos para o governo, tendo um ressentido Pericar se articulando na Câmara com a oposição, o que fatalmente representa aproximação com o deputado federal Dejorge Patricio, candidato derrotado nas últimas eleições que não esconde o desejo de concorrer novamente em 2020.

Se, por um lado, o governo respira aliviado com o arrefecimento dos protestos dos servidores contra o parcelamento dos salários de dezembro, por outro, teme uma possível radicalização oposicionista dos parlamentares. Na primeira votação importante de interesse do governo teremos o termômetro.

Atualização às 20:21: A secretária de Infraestrura, Urbanismo, Meio Ambiente e Posturas, Badiá Gabriel, caiu e não faz mais parte do governo. Assume em seu lugar um ex-secretário de Aparecida Panisset.

Gostou? Curta a página Daki no facebook aqui e fique bem informado.


#JOSÉLUIZNANCI #SÃOGONÇALO #POLÍTICA

MV1.2.jpg
MALUGA_2.jpg

© 2020 POR APOLOGIA BRASIL

  • w-facebook
  • Instagram
  • White Twitter Icon