Buscar

Figuraça dos figuraças, Mariola assume liderança do governo na Câmara



Jorge Luis Gasco, popularmente conhecido na cidade ronca-ronca como Jorge Mariola, reassumiu uma cadeira na Câmara de Vereadores na última quinta (11) no lugar de Thiago da Marmoraria, que passa a chefiar a subsecretaria de transportes.

Mariola foi bem votado nas últimas eleições (3.854 votos), mas ficou de fora por conta do coeficiente eleitoral, numa coligação que contou com PR, PMDB e seu partido, PHS. Ficou como primeiro suplente.

Abre parênteses:

Seu colega de coligação, Cici Maldonado (PR), que ficou como segundo suplente, ensaiou denunciar irregularidades da chapa com o PMDB. Caso fossem comprovadas as denúncias, os 5 vereadores eleitos pela legenda perderiam o mandato, o que beneficiaria tanto Maldonado quanto Mariola.

Maldonado ganhou uma diretoria na Câmara e não tocou mais no assunto. Talvez para ele tenha sido melhor assim. Brigar com Eduardo Gordo não é pra qualquer um.

Fecha parênteses.

Mariola retorna à casa legislativa para o seu quinto mandato, com a missão dada pelo prefeito José Luiz Nanci de apaziguar os ânimos entre os parlamentares. Ele assume a liderança do governo no lugar do vereador José Carlos "Fogo Amigo" Vicente.

As mudanças na Câmara coincidem com o rearranjo administrativo e político promovido pelo prefeito, que culminou na nomeação de Rodrigo Miranda, o Tiquinho, na secretaria de Governo, isolando definitivamente a primeira-dama, Eliane Gabriel Nanci, do centro de tomada de decisões.

Mariola, 61 anos, sabe como servir a um governo. Pelo menos desde o primeiro governo Panisset (2005-2008) mostrou-se leal aos chefes do executivo, chegando até a ser anunciando como vice do ex-prefeito Neilton Mulim nas eleições passadas. O que só não aconteceu devido a uma manobra de última hora de Graça Matos (PMDB) que acabou ficando com a vaga.

Devoto de São Jorge, vascaíno até o osso, profundo conhecedor do regimento interno da Câmara e dono de uma memória legislativa singular, tem um perfil conciliador mas também não foge de uma polêmica.

Uma vez afirmou que os agentes de saúde eram 'irrelevantes'. Em outra criou um projeto de lei incorporando as ilhas D´águas e Redonda - que oficialmente pertencem ao município do Rio de Janeiro - ao território de São Gonçalo, onde a Petrobras mantém um terminal de gás. A ideia era abocanhar royalties da empresa.

Por isso que, de longe, Mariola é o figuraça dos figuraças da política da terrinha. E desejamos sorte ao parlamentar nessa nova jornada.

Gostou? Curta a página Daki no facebook aqui e fique bem informado.


#POLÍTICA #JORGEMARIOLA #SÃOGONÇALO

MV1.2.jpg
MALUGA_2.jpg

© 2020 POR APOLOGIA BRASIL

  • w-facebook
  • Instagram
  • White Twitter Icon