Buscar

Mulim reponderá processo em liberdade



Isso se o ministério público não recorrer da decisão do ministro Rogério Schietti Cruz, do Tribunal Superior de Justiça (STJ), que concedeu habeas corpus à defesa do exprefeito Neilton Mulim, que está em prisão preventiva desde agosto de 2017 em Benfica.

O MP acusa Mulim, ex-secretários e servidores da prefeitura de fraude na licitação da iluminação pública e corrupção, envolvendo a empresa Compilar. Teriam sido desviados com o esquema mais de R$ 40 milhões entre 2014 e 2016.

Na operação da polícia civil e do MP que prendeu Mulim, foram apreendidos R$ 267 mil escondidos na churraqueira da residência de seus pais em São Gonçalo.

Se o habeas corpus não for cassado, o ex-prefeito acompanhará as investigações e responderá o processo em liberdade. Ainda não há data prevista para o julgamento.

Gostou? Curta a página Daki no facebook aqui e fique bem informado


#POLÍTICA #SÃOGONÇALO #NEILTONMULIM

MV1.2.jpg
MALUGA_2.jpg

© 2020 POR APOLOGIA BRASIL

  • w-facebook
  • Instagram
  • White Twitter Icon