Buscar

Daqui a 10 anos 'milícia' será maior que tráfico, teme promotor



O promotor Luiz Antônio Ayres, da 2ª Vara Criminal de Santa Cruz, na Zona Oeste do Rio, deu uma entrevista à Rádio CBN em que afirma que grupos paramilitares, conhecidos como 'milícias' podem, daqui a dez anos, dominar territórios ainda maiores que os dominados hoje pelo tráfico de drogas convencional.

Para Ayres, o método atual de investigação das forças de segurança é nulo contra as milícias, que estão mais discretas e foram se sofisticando ao longo dos anos, inclusive fazendo alianças com quadrilhas tradicionais do tráfico em várias regiões do estado, principalmente zona oeste, baixada e leste fluminense.

Como grande parte dos milicianos são oriundos da própria polícia, bombeiros e do serviço penitenciário, o promotor defende a criação de uma força tarefa que combata especificamente essa modalidade de crime, também com muita discrição e inteligência, ao mesmo tempo que o estado amplie sua presença nas áreas controladas pelas milícias.

Bairros inteiros dessas regiões mencionadas - que estão longe de serem denominados como favelas - estão sob jugo dos milicianos, que têm nos serviços clandestinos e na extorsão a comerciantes suas maiores fontes de renda. Em São Gonçalo, bairros como Porto Velho e Porto da Pedra estão nessa situação.

E já não é segredo a atuação de milicianos na política, seja com eles próprios concorrendo a cargos públicos, seja como financiadores de campanha.

Deve se levar em consideração os temores do promotor.

Gostou? Curta a página Daki no facebook aqui e fique bem informado.


#DAKIEDELÁ #SEGURANÇAPÚBLICA

MV1.2.jpg
MALUGA_2.jpg

© 2020 POR APOLOGIA BRASIL

  • w-facebook
  • Instagram
  • White Twitter Icon