Buscar

Polícia e Exército preparam ação de remoção de barricadas em SG



Barricadas lembram guerras, e guerras são inapelavelmente morte e sofrimento. Geralmente feitas pela mais profunda estupidez humana. Não importa se no Iraque, Congo ou Jardim Catarina, na pobre e sofrida cidade de São Gonçalo.

O fenômeno da colocação de barricadas pelas milícias e/ou facções do tráfico de drogas em áreas conflagradas de favelas, periferias - e mais recentemente até em bairros mais urbanizados das regiões metropolitanas - tem o objetivo prático de impedir a ação das forças de segurança no território já dominado pelo crime.

O jornal O São Gonçalo, percebendo o fenômeno, criou um mapa digital para, ao mesmo tempo, a população denunciar a ação dos bandidos como para se localizar, principalmente trabalhadores do transporte de passageiros. O Tem Barricada Aí já tem mais de 80 mil visualizações.

Hoje o jornal A Tribuna noticia que "depois de deflagrarem uma grande operação em pelo menos 11 comunidades das zonas Norte e Oeste do Rio, as Forças Integradas de Segurança agora preparam uma nova ofensiva em comunidades de São Gonçalo e na Baixada Fluminense para remover barreiras erguidas pelo tráfico".

O periódico niteroiense informa que a operação da Polícia e das Forças Armadas retirou no Rio 16 barricadas erguidas por criminosos. Só no Catarina deve haver o dobro disso.

Hoje o OSG denuncia as barricadas no tradicional bairro da Trindade, que impede a entrada dos serviços de coleta de lixo e dos Correios.

A pergunta é: continua a lógica de guerra pelas forças de segurança? Se sim, tem uma enorme possibilidade de ser apenas enxugação de gelo. Outra: retirando as barricadas, a polícia permanece lá?

De qualquer forma, o canal para denunciar as barricadas é o Disque Denúncia: (21) 2253-1177.

Gostou? Curta a página Daki no facebook aqui e fique bem informado.


#CIDADE #SÃOGONÇALO #SEGURANÇAPÚBLICA #INTERVENÇÃOMILITAR

MV1.2.jpg
MALUGA_2.jpg

© 2020 POR APOLOGIA BRASIL

  • w-facebook
  • Instagram
  • White Twitter Icon