Buscar

Dia D contra a chicungunha: voluntários da Defesa Civil vão participar



Diversos bairros de São Gonçalo vão receber, no próximo dia 18, mutirão de ações durante o Dia D de combate ao Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chicungunha. Para colaborar com os agentes municipais ao longo da mobilização, voluntários da Cruz Vermelha estão sendo capacitados, pela Secretaria Municipal de Saúde, para atuarem realizando ações educativas e de conscientização. Nesta quinta-feira (10), o curso básico sobre arboviroses (doenças transmitidas por artrópodes, como os mosquitos) aconteceu na Clínica Municipal do Mutondo.

A capacitação começou na quarta-feira (9), com duração até a próxima segunda (14), e está sendo ministrada por capacitadores da Brigada Municipal de Saúde. Cada dia uma turma diferente é atendida e os alunos recebem aulas teóricas e práticas, com simulação de como é a visita às residências.

- Estamos mostrando as formas de reprodução do mosquitos para que os voluntários saibam que o problema começa nas nossas próprias casas, então, eles precisam passar para a sociedade que essa é uma responsabilidade de todos, não só do poder público. Acabar com os focos de mosquito é um compromisso de toda a população - ressaltou Raimundo Antonio Martins, um dos capacitadores, que estava acompanhado por José Geraldo Nascimento, Marcelo Evangelista e José Jorge Siqueira, também professores do curso básico.

Durante o Dia D, além das visitas domiciliares que serão realizadas pelos agentes de endemias, as equipes UBV irão pulverizar o larvicida no carro fumacê em diversas ruas dos bairros mais afetados. Dados da Vigilância Ambiental do município mostram que os depósitos podem ser evitados em 25% das residências visitadas pelos agentes de endemias.

- O ciclo de reprodução do mosquito leva em torno de 10 dias. Por isso, é preciso realizar uma série de medidas simples para garantir a limpeza dos ambientes. Recipientes como baldes, garrafas, ralos, lixeiras e outros objetos devem sempre estar fechados ou virados com a boca para baixo. As equipes estão nas ruas atuando diariamente, mas é preciso que a população também faça sua parte. Muitas pessoas não atendem as equipes de agentes - afirma o diretor da Vigilância Ambiental, Adaly Fortunato.

O mutirão de ações estará focado nos bairros mais afetados pela chikungunha. É o que explica o secretário de Saúde, Jefferson Antunes.

- Essa mobilização é de extrema importância para que possamos, juntos com a população, combater o mosquito. O trabalho já vinha sendo feito pelas equipes e agora vamos massificar ainda mais. Precisamos ir direto ao foco e mobilizar as pessoas para a necessidade de identificar e eliminar os criadouros de mosquitos - enfatiza Jefferson.

Cronograma

As ações serão feitas a partir das 08h30 e terão como concentração dos agentes de endemias diversas praças da cidade, entre elas a praça Doutor Luiz Palmier (Praça do Rodo), o calçadão de Alcântara (em frente ao Prédio do Relógio), Praça da Trindade, Gradim, Santa Izabel, Barro Vermelho, Mutuá, Itaúna, Largo da Ideia, Jardim Catarina (praça do skate e DPO), Amendoeira (Cedae), Venda da Cruz (Condomínio Residencial Venda da Cruz) e Engenho do Roçado (em frente ao Posto Hiparco Ferreira).

Gostou? Curta a página Daki no facebook aqui e fique bem informado.


#CIDADE #SÃOGONÇALO #SAÚDE #CHICUNGUNHA

MV1.2.jpg
MALUGA_2.jpg

© 2020 POR APOLOGIA BRASIL

  • w-facebook
  • Instagram
  • White Twitter Icon