Buscar

Enfermeira vai à Polícia e acusa vereador de assédio sexual



De O Fluminense

O vereador de Itaboraí Ederson José Vieira, o Edinho, está sendo acusado de assédio por uma enfermeira. De acordo com o depoimento da mulher, o parlamentar ameaçava usar sua influência para tirá-la do cargo em um posto de saúde da cidade, caso ela não aceitasse ter relações sexuais com ele.

Segundo a vítima, as ligações começaram há cerca de seis meses. Prints de mensagens enviadas pelo político à vítima foram apresentadas à Polícia Civil, que está apurando o caso. Em depoimento, a mulher disse que a última ligação, feita de um número privado, ocorreu na semana passada, enquanto ela estava trabalhando. Ela, então, disse que iria na delegacia denunciá-lo e que, em resposta, ele teria dito em tom ameaçador que sabia onde ela morava. A conversa foi testemunhada por outros funcionários do posto de saúde, através do viva-voz do celular.

A enfermeira ainda informou à polícia que denunciou o parlamentar através da ouvidoria e que foi afastada do trabalho. O caso foi registrado na 71ª DP (Itaboraí).

Questionado, o secretário de Saúde de Itaboraí, Júlio César Ambrósio, afirmou que a enfermeira não foi afastada de suas funções, mas que está de férias e logo retornará às suas atividades normais.

A Câmara de Vereadores de Itaboraí declarou que, em um primeiro momento, a casa “não possui condições de se manifestar sobre o suposto evento, pois não recebeu qualquer comunicação oficial sobre o assunto”. Apesar disso, a Câmara ratificou seu posicionamento contrário a qualquer manifestação de abuso de qualquer natureza e pediu que os fatos sejam logo esclarecidos. A reportagem não conseguiu fazer contato com o vereador até o fechamento desta edição.


Gostou? Curta a página Daki no facebook aqui e fique bem informado.


#POLÍTICA #ITABORAÍ #ASSÉDIOSEXUAL

MV1.2.jpg
MALUGA_2.jpg

© 2020 POR APOLOGIA BRASIL

  • w-facebook
  • Instagram
  • White Twitter Icon