Buscar

TSE divulga teto de gastos para os candidatos nas eleiçõs deste ano



O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou nesta semana o limite de gastos dos candidatos aos cargos de presidente, governador, senador e deputados federais, estaduais e distritais.

O Tribunal também estipulou os limites quantitativos de contratação de pessoal, entre cabos eleitorais e tercerizados, proporcional ao número de eleitores de cada estado, assim como normatizou o financiamento coletivo das campanhas por empresas especializadas em arrecadação por meio eletrônico.

Para o cargo de presidente da República o teto será de R$ 70 milhões para o primeiro turno, valor que pode ser acrescido em R$ 35 milhões caso haja segundo turno.

Candidatos a governador poderão gastar de modo prop0rcional ao número de eleitores de cada estado. Candidatos em Roraima, onde tem o menor eleitorado (331 mil) poderão gastar até R$ 2,8 milhões na campanha, com acréscimo de mais metade deste valor no segundo turno.

Em São Paulo, maior colégio eleitoral do país (33 milhões de eleitores), a mesma coisa: o candidato poderá gastar até 21 milhões no primeiro turno, com acréscimo de mais R$ 10,5 milhões se disputar o turno final.

Para senador, a mesma lógica, mas com valores menores, que você pode ver aqui.

Para candidatos a deputado federal, estadual e distrital, os limites de valores são os mesmos em todo o país. Federal R$ 2,5 milhões, Estadual e Distrital R$ 1 milhão.

No Rio, candidatos a governador poderão gastar até R$ 14 milhões no primeiro turno e mais R$ 7 milhões, caso o candidato vá para o segundo turno. O candidato ao senado no Rio poderá gastar até R$ 4,2 milhões.

#POLÍTICA #ELEIÇÕES2018 #TSE

MV1.2.jpg
MALUGA_2.jpg

© 2020 POR APOLOGIA BRASIL

  • w-facebook
  • Instagram
  • White Twitter Icon