Buscar

Ladrões, traficantes e receptadores fazem triangulação para distribuir carga roubada


Polícia já identificou rede de distribuição que atua em São Gonçalo e Niterói


Informa o diário O São Gonçalo que a polícia identificou uma 'triangulação' entre traficantes, ladrões de carga e receptadores que atuam ns regiões do Alcântara, Centro, Jardim Catarina e, em menor escala, Niterói.

Segundo as investigações, traficantes de drogas se associaram a roubos de cargas em grande escala somente a partir do ano passado.

Em SG, essas ações são estimuladas por duas das principais lideranças ainda em liberdade na região: Tomas Jhayson Gomes, o 2N, do Salgueiro, e Shumaker Antonácio do Rosário, o Piloto, do Jardim Catarina que agem sob instruções de lideranças do Comando Vermelho (CV) encarceradas em presídios que, não apenas organizam as ações, como também as difundem entre aliados de outras comunidades.

A prática do roubo de carga teve aumento exponencial este ano devido a alta lucratividade das ações. Somente no primeiro mês do ano, a Polícia Civil registrou 180 casos contra 107 em janeiro de 2017. Foi mapeada pelas autoriades policiais uma ‘rede’ de negociação entre traficantes e vendedores clandestinos ‘de asfalto’ que atuam no Centro Comercial do Alcântara, Jardim Catarina, e Centro de São Gonçalo.

A “roubauto’, segundo o OSG, também fornece mercadorias para o Centro de Niterói, que para tentar ‘driblar’ a fiscalização, atua, principalmente, à noite.

Cargas com valor comercial baixo ou que não se encaixam na logística clandestina de distribuição, são abandonadas ou distribuídas nas favelas sob controle do tráfico. Cerveja, refrigerantes, carne, frutas, hortaliças e ovos têm alto valor no mercado paralelo.

#CIDADE #SÃOGONÇALO #NITERÓI #ROUBODECARGA

MV1.2.jpg
MALUGA_2.jpg

© 2020 POR APOLOGIA BRASIL

  • w-facebook
  • Instagram
  • White Twitter Icon