Romário cumpre agenda em Maricá e se queixa de 'boicote'


Pré-candidato ao governo do estado foi a Maricá em meio à disputa pelo controle do Podemos na cidade


DIVULGAÇÃO

O senador e pré-candidato ao governo do estado, Romário Faria (Podemos), cumpriu agenda política no município de Maricá neste sábado (7). Ele visitou o Núcleo de Atividades Interativas e Recreativas (NAIR) e participou de 'pelada' no Esporte Clube Maricá, onde deu posse à nova executiva do Podemos na cidade. 

Segundo informações de um jornal local, o ex-jogador chegou à cidade em meio a uma disputa entre três correligionários pelo controle do Podemos no município, dois deles secretários do governo petista de Fabiano Horta, que vai apoiar o candidato lançado pelo PT no Rio. Portanto, adversário natural de Romário.

O partido, com aval do senador, escolheu para presidir o Podemos de Maricá um nome que corria por fora, Douglas Almeida, que deve ser o candidato a deputado federal pela legenda no município, com a missão inglória de tentar destruir a cidadela eleitoral de Washington Quaquá, que também tentará uma cadeira na Câmara.

Almeida desbancou o então presidente da legenda, Renato Machado, secretário de Governo e Obras de Horta, e pretende herdar os 42 mil votos que Romário obteve em Maricá em 2014 na eleição para o Senado. 

Em meio a essas tensões pré-eleitorais, o 'Baixinho' se queixou do esvaziamento de público no ato de posse da nova executiva do Podemos. E sugeriu um 'boicote' dos maricaenses.

- Não entendi esse boicote à minha vinda aqui. Minha relação (com Maricá) sempre foi muito boa nesses oito anos de política - disse Romário. 

O senador deve seguir agenda hoje (8) em São Gonçalo e Itaboraí.

#POLÍTICA #ELEIÇÕES2018 #ROMÁRIOFARIA #MARICÁ

MALUGA_2.jpg
QV1.jpg
Banner_300x250_Homem.gif