Buscar

Segundo TSE, 72% dos eleitores gonçalenses não têm ensino médio completo


Enquanto na cidade vizinha, Niterói, maior parte dos eleitores tem ensino superior completo


O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou ontem (1/8), durante a inauguração do Centro de Divulgação das Eleições (CDE), o número oficial de eleitores aptos a votar nas eleições deste ano .

Estas informações são oriundas do Cadastro Eleitoral, banco de dados oficial sobre o eleitorado brasileiro, e referem-se às estatísticas auditadas até o final de julho após o fechamento do cadastro, no dia 9 de maio.

O CDE traz números interessantes do Brasil inteiro sobre a evolução do eleitorado por faixa etária, região, gênero, nome social etc. Vale a pena acessar o estudo. Mas vou me ater rapidamente aos números de São Gonçalo e de Niterói, estes dois extremos do leste fluminense.

Chama atenção os números invertidos entre as duas cidades.

No que se refere ao grau de instrução/escolaridade, 72% dos eleitores gonçalenses não possuem o ensino médio completo. Em Niterói 32,5% estão na mesma situação.

Na Cidade Sorriso, dos 385 mil cidadãos que poderão ir às urnas em 7 de outubro, 114 mil têm ensino superior completo (30% ao todo), a maior parte do eleitorado. 

De um universo de quase 679 mil eleitores em São Gonçalo, segundo maior colégio eleitoral do estado, só perdendo para a capital, Rio, 20.6 mil votantes possuem ensino superior completo, ou seja, apenas 3% do eleitorado. 

O maior quantitativo dos eleitores gonçalenses tem ensino fundamental incompleto, 198.911 mil ao todo, ou 29,31% do eleitorado.

Veja tabela abaixo os resultados na íntegra.



#ELEIÇÕES2018 #NITERÓI #SÃOGONÇALO #TSE

MV1.2.jpg
MALUGA_2.jpg

© 2020 POR APOLOGIA BRASIL

  • w-facebook
  • Instagram
  • White Twitter Icon