Lindberg e Jandira fazem ato pró-Lula no Alcântara. E veja como foi a semana política na região


Semana foi agitada na Câmara, que iniciou os debates sobre o armamento da Guarda


A deputada federal Jandira Feghali (PCdoB) e o senador Lindbergh Farias (PT), ambos candidatos à reeleição, estiveram na tarde deste sábado (11) em São Gonçalo, no bairro de Alcântara, em ato de pré-campanha. "São Gonçalo sabe que ninguém fez mais pelo povo trabalhador do que Lula! Nós não vamos descansar enquanto durar essa injustiça contra ele, por isso eu e Jandira Feghali estamos nas ruas para conversar com o povo, defender Lula Livre para fazer o Brasil feliz de novo", afirmou Lindbergh. Eles estiveram acompanhados do vereador de São Gonçalo, professor Paulo, do PCdoB.Em seguida, fizeram uma reunião com os partidários que acompanharam o ato. PT e PCdoB também irão disputar juntos o governo do estado com a candidatura de Márcia Tiburi (PT) como governadora e Leonardo Giordano (PCdoB) como vice.

ENQUETE IDENTIFICA MAIORIA CONTRA ARMAMENTO DA GUARDA

A página de Facebook "São Gonçalo Vai Mudar", que tem a marca impressionante de mais de 440 mil seguidores, criou uma enquete que perguntou ao internauta sua opinião sobre o armamento da Guarda Municipal na cidade.

Dos 1.339 participantes, 870 (65%) são contra, e 469 (35%) a favor que o guarda possa trabalhar armado.

A enquete se deu na semana em que os parlamentares gonçalenses abriram os debates sobre mensagem executiva do prefeito José Luiz Nanci enviada à Câmara que prevê o polêmico armamento da categoria.

A maioria dos vereadores se mostrou a favor da medida.

Porém, o presidente da Câmara, Diney Marins (PPS), acertadamente vai submeter a decisão aos seus colegas após realização de audiências públicas sobre o assunto.

O Daki apurou que o vereador Prof. Paulo (PCdoB) defende consulta pública à população para decidir se arma ou não a Guarda, como realizada em Niterói.

A maioria da população da cidade vizinha disse não ao armamento.

VEREADORES LAMENTAM SITUAÇÃO DA SAÚDE E DOS ESPORTES EM SÃO GONÇALO

Só lamento. O vereador Natan se mostrou bem irritado com a situação da Saúde em São Gonçalo, e em particular, com o secretário da pasta, Jefferson Gomes.

O parlamentar se mostrou saudoso do antigo secretário e candidato a deputado federal, Dimas Gadelha.

Já o vereador Gallo, sempre laudatório a si mesmo, reclamou do panorama atual na área dos esportes no município e dos clubes Mauá, Unidos de Portugal, Tamoio e Embaixadores que, segundo o parlamentar, estão "falidos na parte social e esportiva".

Para ele - que foi subsecretário da pasta até meses atrás - a prefeitura tem que investir mais em esporte nos bairros.

VEREADOR SUGERE CRIAÇÃO DE COMISSÃO PARA ACOMPANHAR GREVE DOS PROFESSORES

Talvez - para desespero do governo - o vereador Cap. Nelson acredite que o movimento paredista dos professores seja longo. Em sessão plenária, o parlamentar sugeriu a criação de uma comissão de vereadores para acompanhar a greve municipal da categoria que teve início no dia 3/8.

- É importante o legislativo acompanhar a situação da greve dos professores. No meu entendimento, podemos conversar com o secretário [de educação, José Augusto] - disse o capitão.

Segundo informa o blog A Política RJ, a ideia foi bem vista pelos demais vereadores. A comissão de educação da câmara, presidida pelo vereador professor Paulo, estará formando a comissão para acompanhar a situação da educação municipal.

GRAÇA MATOS É A ÚNICA MULHER CANDIDATA A DEPUTADA EM SÃO GONÇALO

Pelo menos a única candidatura feminina competitiva registrada até agora.

Apesar das mulheres serem maioria do eleitorado e da população, na política não é a mesma coisa. Na verdade, a situação é bem diferente. Nas eleições gerais de 2014, dos 1.035 deputados estaduais que foram eleitos, apenas 114 eram mulheres, o que equivale a somente 11% do total. Na Câmara dos Deputados, em Brasília, foram eleitas somente 61 mulheres para 513 cadeiras, ou 12% do total.

Em São Gonçalo, dos 18 candidatos a deputado estadual, apenas uma é mulher. Isso representa que 95,5% dos candidatos gonçalenses a deputado estadual são homens. Não há candidata a deputada federal em São Gonçalo, apenas homens disputam o cargo. A única mulher a disputar o cargo de deputada estadual é Graça Matos, do MDB. Ela já foi deputada pela cidade e ex-candidata a prefeita.


Essa publicação é resultado de parceria editorial e de conteúdo entre o Jornal Daki e o blog A Política RJ.

#POLÍTICA #SÃOGONÇALO #LINDBERGFARIAS #JANDIRAFEGALI #PROFESSORPAULO #NATAN #GRAÇAMATOS #VEREADORGALLO #VEREADORCAPNELSON

MALUGA_2.jpg