Buscar

"Nanci conta os minutos pra sair da prefeitura e tomar cerveja", Ouça o podkast com Sandro


O jornalista Helcio Albano inaugura a maratona de entrevistas com personalidades políticas da cidade de São Gonçalo que vão concorrer a algum cargo nas eleições de outubro deste ano.

A iniciativa ocorre no âmbito da campanha Gonçalense vota em gonçalense criada pelo Jornal Daki no sentido de dar suporte de escolha ao eleitor, apresentando a história, ideias e propostas dos principais postulantes do município aos cargos de deputado estadual e federal.

E quem abre a rodada de entrevistas é o vereador Sandro Almeida, filiado ao Partido Humanista Social (PHS) e candidato a uma vaga na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj).

Almeida, 47 anos, é casado e pai de três filhos. Também é músico e foi empresário na área de comunicação e publicidade, além de ter sido ex-secretário de Governo na administração Neilton Mulim (2013-2016), com quem rompeu no início de 2016 para se lançar candidato à vereança, sendo eleito com 4.620 votos naquela eleição pelo PSDB.


Sandro concedeu entrevista no quartel-general de campanha, no Boaçu/Foto: O São Gonçalo.

No atual mandato parlamentar, se destaca pela oposição ferrenha ao prefeito José Luiz Nanci e pelos duros embates que tem da Tribuna da Câmara à primeira-dama e chefe de gabinete do marido, Eliane Nanci, a quem considera "mal-educada, arrogante e deselegante".

Para Almeida, José Luiz Nanci é omisso e não dialoga com a sociedade e com a Câmara de Vereadores, porque todo dia "conta os minutos pra sair da prefeitura e tomar a sua cerveja", "entregando o poder ilegitimamente à sua esposa". 

Diz que não se arrepende de nada no seu período como secretário e que faria tudo de novo, principalmente o projeto Cidade Limpa, que previa mutirão de limpeza e multa a quem sujasse as ruas e terrenos baldios da cidade. Reclama, apenas, de ter sido sabotado em sua gestão por conta de intrigas e "historinhas" de gente fofoqueira, "sem brilho e puxa-saco" do então prefeito Mulim.

Empunha as bandeiras de defesa de mais recursos dos royalties do petróleo a São Gonçalo, empregabilidade para a juventude, inclusão social através do esporte, auxílio e orientação à natalidade para mulheres adolescentes, investimento em segurança pública através de inteligência policial e combate sistemático à corrupção.

O parlamentar comemora o seu retorno à Câmara - da "qual nunca deveria ter saído" - depois de vitória no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que deu-lhe liminar de efeito suspensivo da condenção do tribunal regional (TRE) no primeiro semestre deste ano que cassou dele o mandato de vereador.

Seu suplente, Dr. Claudio Rocha, chegou a assumir, mas a decisão o obrigou a voltar à suplência. 

- Nanci trabalhou nos bastidores para jogar colegas parlamentares e pessoas influentes do judiciário contra mim. Além de ser péssimo gestor, Nanci tem caráter, no mínimo, duvidoso - acusa Almeida.

Felicidade mesmo é quando lembra de sua experiência como baixista e vocalista da banda Conexão 80, que fez grande sucesso em São Gonçalo nas décadas de 1990 e 2000. 

- Foi o dinheiro mais feliz que já ganhei - confessa.

Ouça o podcast da entrevista.



#POLÍTICA #ELEIÇÕES2018 #GONÇALENSEVOTAEMGONÇALENSE #SANDROALMEIDA

MV1.2.jpg
MALUGA_2.jpg

© 2020 POR APOLOGIA BRASIL

  • w-facebook
  • Instagram
  • White Twitter Icon