Buscar

Festival 'Cores e Valores' realiza a sétima edição em parceria com a SMDS


Evento fortalece laços com a cultura e artistas


O Centro de Acolhimento e Cidadania (CAC), em Vista Alegre, foi o lugar escolhido para a abertura da 7ª edição do Festival Cores e Valores, evento em parceria com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social que exalta a cultura do HIP HOP e seus quatro elementos. O festival aconteceu durante o último fim de semana e reuniu artistas urbanos de seis estados diferentes em São Gonçalo.

Durante a abertura do festival, na última sexta-feira, crianças e adolescentes do CAC participaram da programação especial que contou com oficinas de grafite, break e palestra sobre a origem da cultura do Hip Hop. O grupo de colaboradores que realizou as ações sociais no abrigo foi formado pelo DJ Leandro Selecta, que contou sobre a história do movimento em São Gonçalo; Bi Boy Magrinho, que comandou a oficina de break; da cantora e microempreendedora Lidiane Florin e dos grafiteiros Gal, Mutante, Black Boy, Cactus, Barnabé e Cort.

- É uma responsabilidade muito grande estar aqui e poder, através do grafite, conhecer pessoas e as mais diversas culturas. Nossa maior satisfação é saber que vamos deixar um pouco da nossa arte para esses jovens - disse Tiago Pacini, o Cort, que veio do Amazonas especialmente para o evento.

"Cores e Valores" foi idealizado por Mika Mikaelli, artista urbana e facilitadora dos CRAS, que recebeu este ano artistas do Paraná, São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Amazonas e Brasília.

- É maravilhoso realizar mais uma edição do Cores e Valores e poder trazer o festival para dentro do CAC que é um lugar onde eu atuo. E outra surpresa foi a quantidade de pessoas que se inscreveram para participar do evento. Foram mais de 180 inscrições de vários lugares do país, número recorde entre todos esses anos - afirmou Mika.

Os moradores do CAC foram convidados a participar de uma grande intervenção nos muros do abrigo junto ao time de grafiteiros.

- Foi um dia muito especial. Aprendemos mais sobre a história do Hip Hop e tivemos a oportunidade de grafitar, que foi a parte que eu mais gostei porque eu amo desenhar. Agora nosso abrigo ganhou mais vida e está mais bonito com esses desenhos cheios de cores nas paredes - disse K, de 15 anos.

No sábado o festival aconteceu na Pista de Skate Chico Mendes, no bairro Raul Veiga, com campeonato de skate, aulão de Parkour e roda cultural. Já no domingo aconteceu o encerramento do evento no colégio Ernani Farias, em Neves, com dança, recreação e oficina para crianças.

#CULTURA #SÃOGONÇALO #HIPHOP #FESTIVALCORESEVALORES

MV1.2.jpg
MALUGA_2.jpg

© 2020 POR APOLOGIA BRASIL

  • w-facebook
  • Instagram
  • White Twitter Icon