Buscar

Itaboraí realiza 25ª Feira do Livro


Vários equipamentos participam do evento


A feira irá homenagear três grandes autores neste ano

A Prefeitura de Itaboraí, por meio da Secretaria Municipal de Educação (SEME) e o Projeto Bagagem Cultural realizará nos próximos dias 8 e 9 de novembro (quinta e sexta-feira), na Praça Marechal Floriano Peixoto, no Centro, a 25ª Feira do Livro de Itaboraí. Além da Praça, a programação acontecerá em vários prédios do entorno, como a Casa de Cultura Heloísa Alberto Torres (CHAT); a Biblioteca Municipal Joaquim Manuel de Macedo; Associação da Maior Idade de Itaboraí, Prédio da Prefeitura; Centro de Memória (antigo prédio da Câmara de Vereadores) e na quadra Manoel Ângelo Arêas Campos. No dia 8, o evento acontece das 9h às 21h e no dia 9, das 9h às 17h.

Nesta edição, a Feira do Livro, com o tema “Ler ensina, diverte e encanta” terá como autores homenageados o músico e escritor itaboraiense, Nini Alcântara, nascido em 1948; a escritora e professora Sylvia Orthof (1932 – 1997) e o escritor e historiador, doutor em Comunicação e Cultura e professor de Literatura pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Joel Rufino (1941 – 2015).

Os eventos literários acontecerão simultaneamente, com apresentações culturais, bate-papos, palestras, músicas, contação de histórias, venda e exposição de livros, entre outros. E tem como público-alvo, os estudantes e professores da rede municipal, estadual e privada de ensino, além da comunidade em geral.


Segundo o secretário municipal de Educação, Marcos Dias, a 25ª Feira do Livro de Itaboraí é a culminância do trabalho realizado durante todo o ano letivo de 2018 nas unidades escolares municipais. “O objetivo da Feira é propiciar o acesso à Literatura e incentivar o gosto e hábito de leitura, além de estimular a produção textual do aluno. Esperamos que não só as escolas comparecem, mas toda a comunidade”, frisou o gestor da pasta.

No dia 8 de novembro (quinta-feira), a partir das 9h, acontece a abertura do evento, no palco principal, em frente à Igreja Matriz São João Batista, com a participação da Banda da Guarda Municipal, apresentando trilhas sonoras de filmes infantis. Em sequência, as apresentações de “Céu na Terra”, “Brinquedos Cantados”, danças, músicas, dramatizações, paródias e textos poéticos apresentados pelos alunos, resultado das feiras do livro das escolas municipais. Neste dia, das 16h às 17h, a Orquestra Chiquinha Gonzaga, dos alunos da Escola Municipal Luzia Gomes de Oliveira, em Itambi. Além do som de “Cleyton e banda” e show com Nini Alcantara e Amigos, com finalização após às 21h.

No dia 09/11 (sexta-feira), a programação inicia-se com o Coral da Maior Idade de Itaboraí, seguindo de contação de histórias com Flávio Valadares e Rodrigo Lobo. Em ambos os dias, a animação fica por conta de Robson e Juliana.

Na Biblioteca Municipal Joaquim Manuel de Macedo, nos dois dias, das 9h às 17h, acontecerão bate-papos com autores locais, entre eles, Ângela Maria Madureira, Lorenza Ferreira, Gelson Ribeiro, Karine Tavares, Sérgio Santal, Getúlia Marins e Ana Paula Cruz.

No salão principal da Casa de Cultura Heloísa Alberto Torres (CHAT), acontecerá a exposição “Casa da Sylvia Orthof”, em parceria com a Editora Rovelle, com visitação de escolas agendadas e público em geral. Os horários serão das 9h às 20h, no dia 8 e das 9h às 16h, no dia 9. Já no jardim da Casa de Cultura, no dia 8, apresentações da “Companhia do Solo”; “Roseana Roteagui”; “Os Alquinos” e oficina de cerâmica, com a Associação de Oleiros de Itaboraí. E no dia 9, apresentação do grupo “Poranduba”, contação de histórias com as autoras Marcela Carvalho e Ilana Polgrebinschi, e o encerramento será com uma banda musical.

O Salão Nobre da Prefeitura de Itaboraí receberá palestras destinadas a professores e público inscrito. As inscrições começam hoje, segunda-feira (05/11), pelo e-mail: saladeleitura.ita@hotmail.com, onde os interessados deverão informar qual a palestra de seu interesse, seu nome completo e a instituição em que atua. Vale ressaltar que cada palestra terá capacidade para 60 participantes.


No dia 8/11, das 10h às 11h30min, a palestra “Ilustração e Design Gráfico: Narrativas Visuais” com a designer e ilustradora Maíra Lacerda. Maíra se dedica a pesquisa e criação de livros, atuando como programadora visual e diretora de arte. Doutora em Designer, tem atuação pedagógica na pós-graduação em Literatura Infanto-juvenil, na formação de leitores e de mediadores de leitura.

Também neste dia, no período da tarde, no Salão Nobre, das 14h às 15h, haverá o bate-papo com o autor itaboraiense homenageado na 25ª Feira do Livro, Nini Alcântara, que conversará com alunos da rede municipal de ensino.

No dia 09/11, às 10h, a palestra com a autora Sônia Rosa, professora, contadora de histórias, orientadora educacional e escritora. Em parceria com a Casa da Leitura, sede do Proler — Programa Nacional de Incentivo à Leitura —, Sônia Rosa desenvolveu um trabalho de promoção de leitura junto aos alunos e professores das escolas envolvidas. Fez Pós-Graduação em “África-Brasil: Laços e Diferenças”, onde teve a oportunidade de aprofundar seus conhecimentos acerca da temática afro-brasileira, que sempre estiveram presentes na sua literatura. Dentre seus livros, “O Menino Nito”, “Amores de Artistas” e outros.

Também no dia 09, acontecerá das 14h às 15h, a palestra “Recontos da Mitologia Grega para a Juventude” com o autor Carlos Alberto de Carvalho, que escreve livros de mitologia grega e africana, filosofia para crianças, fábulas africanas e romance, e novelas históricas. Seus trabalhos como escritor já somam treze obras publicadas, dentre as quais duas receberam o Prêmio Acervo Básico da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil no ano de 2003. E Referência Internacional na Feira de Bologna (2002 – Eros e Psique); do PNBE pelo Ministério da Educação (2013) e Coedição para Autores Negros pelo Ministério da Cultura na Fundação Biblioteca Nacional (2013). Além de duas referências na Feira Internacional de Bologna (Itália).

Neste mesmo dia, no horário a partir das 15:30h acontecerá a palestra “A Imaginação Transgressora na Obra de Sylvia Orthof”, com o escritor Ricardo Benevides, que trabalhou como editor de Literatura na Ediouro e como editor de texto na Editora Paz e Terra. Em 2000, lançou seu primeiro livro para o público infantil, “Fabíola foi ao vento” (Revan), pelo qual recebeu o Prêmio de Autor Revelação da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil.

No Centro de Memória de Itaboraí (antigo prédio da Câmara Municipal de Vereadores), ficarão expostos nos dois dias de evento, livros confeccionados pelos alunos das escolas, em suas feiras do livro internas. Também durante todo o evento, a quadra esportiva contará com exposição e venda de livros literários, pedagógicos e de diversos gêneros e faixas etárias, de terror a romance.

A Praça contará com tapetes literários, com leituras de histórias e oficinas. E ainda com o Circuito Literário, com exposições de esculturas, painéis e instalações produzidas pelas escolas. Além dos “Pés de Quê”, com textos dos autores homenageados e de diferentes gêneros literários expostos em árvores. A “Trupe Achei Graça” estará presente com palhaços e pernas-de-pau interagindo com o público.

“Estou feliz por estarmos retornando com a Feira do Livro Externa em nosso município, incentivando a leitura que é a chave para o conhecimento e o caminho para a aprendizagem. Além de ser a “porta” para a diversão e para os sonhos. Espero que a comunidade de Itaboraí, nossos alunos e todos os visitantes da Feira gostem do evento, que foi preparado com muito carinho”, disse a Subsecretária de Projetos Especiais, Célia Regina.

Todo evento contará com o apoio das secretarias municipais de Transportes; Segurança e Defesa Civil; Obras e Serviços Públicos; Cultura, Esporte, Lazer e Turismo, Saúde; de Governo, por meio do Departamento de Comunicação Social e a Chefia de Gabinete. E ainda com a parceria da Associação Brasileira de Difusão do Livro (ABDL) que estará com dez editoras consagradas. E também com o auxílio das estagiárias dos Cursos de Formação de Professores do Colégio Estadual Visconde de Itaboraí (CEVI) e o Colégio Estadual Hilka de Araújo Peçanha, que atuarão como mediadoras nos espaços de contação de histórias e de oficinas artísticas.

#CULTURA #ITABORAÍ #FEIRADOLIVRO

MV1.2.jpg
MALUGA_2.jpg

© 2020 POR APOLOGIA BRASIL

  • w-facebook
  • Instagram
  • White Twitter Icon